CASO LUDMILA ROSA

Mesmo foragido, irmão do prefeito de Pinheiro tem prisão revogada

Após mais de 4 meses foragido, Lúcio André Genésio, acusado de agredir a ex-mulher, teve prisão preventiva revogada por decisão da 1ª Câmara Criminal do TJMA

Lúcio André teve liminar favorável até a decisão no pleno do TJMA

O empresário Lúcio André Genésio, irmão do prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio, acusado de agredir a ex-mulher, a advogada Ludmila Rosa Ribeiro, em novembro do ano passado, teve a prisão preventiva revogada na manhã desta terça-feira, 3, por decisão da 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão, após mais de 4 meses foragido.

Ludmila Rosa Ribeiro demonstrou indignação pelas redes sociais contra a decisão. “Sinceramente, estou em ataque de pânico, escrevendo e tremendo ao mesmo tempo. Não sei se pelo medo de viver tudo de novo ou pela ridicularização que passo no meu estado. Eu gostaria de vim aqui parabenizar o Tribunal de Justiça do Maranhão, por entender o risco que uma vítima de violência doméstica passa, pelo terror de permanecer em risco, mas não”, desabafou a ex-mulher de Lúcio Genésio.

Sinceramente, estou em ataque de pânico, escrevendo e tremendo ao mesmo tempo. Não sei se pelo medo de viver tudo de…

Posted by Ludmila Ribeiro on Tuesday, 3 April 2018

Lúcio teve a prisão decretada em novembro, mas nunca chegou a ser preso. Mesmo foragido, a defesa de Lúcio Genésio já tinha entrado com dois Habeas Corpus que foram negados. Agora, Lúcio André poderá responder à acusação em liberdade, após decisão favorável dos desembargadores Raimundo Melo e Bayma Araújo, que votaram pela revogação. Apenas o relator do caso, o desembargador João Santana votou contra.

Leia também

Entenda o caso

Lúcio e Ludmila estavam há um ano e meio separados, tentando reconciliação. O motivo da separação foi agressão anterior do empresário, enquanto Ludmila ainda estava grávida do filho do casal. 

No dia 11 de novembro, eles saíram para jantar em restaurante na região da Lagoa da Jansen. Lúcio tirou fotos com a ex-esposa e pediu para ela que publicasse em suas redes sociais. Ludmila se recusou a postar e resistiu a entregar o celular para o empresário, que o tomou à força.

O casal seguiu para o carro, onde Lúcio começou a agredi-la com socos e cotoveladas. Chegando próximo ao condomínio onde Ludmila mora, ele a jogou para fora do carro e a advogada, sem força para se manter em pé, caiu ao chão. Lúcio ainda tentou jogar o carro para cima da vítima, mas foi impedido por vizinhos que a socorreram.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS