CORONAVÍRUS

No Maranhão

1026
26145
6664
853
SAÚDE

4 dicas de ioga para praticar durante a pandemia

Entre as alternativas para aliviar essa tensão, está a prática de meditação e ioga

Reprodução

Inspire, expire e não pire. As notícias sobre o novo coronavírus não param um segundo. Medidas de contenção e ações de combate à Covid-19 são os principais assuntos do momento no mundo. Com a rotina de incertezas e isolamento social, um outro problema surge: a ansiedade e o estresse físico, mental e emocional.

Uma resposta rápida do corpo diante das mudanças enfrentadas pela população. Entre as alternativas para aliviar essa tensão, está a prática de meditação e ioga. A arte milenar indiana tem como benefício equilibrar o corpo e a mente, além de proporcionar um estado de paz interior.

Leia também:

Para Thaís Joi, professora de ioga e meditação em Brasília, as duas práticas podem se tornar uma aliada no momento atual. “É importante dedicar um tempo para o autocuidado. Conectar-se com o presente, porque, se você começar a pensar muito no que vai acontecer no futuro, você pira”, expõe.  De acordo com ela, o primeiro passo para quem quer desacelerar é a atenção com a respiração. “A inspiração e expiração nasal, profunda e lenta. Quando a gente respira rápido, isso provoca um estado de ansiedade no corpo. Então, tenha consciência da respiração. A mesma quantidade que entra nos pulmões deve ser a mesma quantidade que sai. Dessa forma, o corpo fica mais oxigenado e a pessoa sai do lugar de medo e ansiedade”, explica Thaís.

As posturas de ioga são uma outra forma de conexão com o corpo. “Ioga significa união de todas as nossas partes, é a busca pelo equilíbrio. Existem várias posturas simples, que promovem um relaxamento consciente e traz bem-estar”, afirma a professora. Entre as posições indicadas por Thaís Joi está a shavasana ou yoga nidra. “Deitada com as costas no chão, vai relaxando cada parte do corpo. Fique assim de cinco a 10 minutos. Essa postura vale mais do que uma noite de sono”, ressalta.

Para quem sofre com dores na coluna e lombar ou para quem passa muito tempo sentado, uma dica é colocar as pernas para cima, encostadas na parede e com o tronco no chão. Segundo Thaís, essa posição auxilia no fluxo sanguíneo, oxigena o cérebro e coração e alivia o peso das pernas. A professora também orienta outras posturas que qualquer pessoa pode fazer em casa, sem contraindicação, e abertas para toda a família. “O importante é sair da inércia. Trazer vida para dentro e dedicar um tempo para nós mesmos. Se não nos cuidarmos, vamos adoecer. Não espere um tempo ideal, a mente sempre vai achar uma desculpa”, afirma.

Benefícios

A prática de meditação para muitos não é fácil. No entanto, os benefícios gerados têm atraído cada vez mais adeptos. Em canal no YouTube, Thaís Joi traz algumas meditações guiadas para quem está iniciando, além de disponibilizar vídeoaulas de ioga.

O grupo de meditação Sahaja Yoga, também de Brasília, tem ofertado práticas on-line ao vivo em rede social e vídeos direcionados em canal no YouTube. Um dos mediadores, Cyro Ribeiro explica que a Sahaja Yoga vai além do relaxamento. “Ela nos permite uma conexão com o nosso corpo, além de prevenir doenças como a gastrite, associada muito com o estresse”, pontua. “Esse momento de quarentena é propício para os problemas físicos e emocionais. A gente não estava preparado para ficar em confinamento. A prática de meditação ajuda a ter equilíbrio”. É possível acompanhar as práticas no canal Meditação Online BR, no YouTube,  e as meditações ao vivo ocorrem no Instagram @sybrasiliadf.

“Reserve um tempo. Escolha um lugar tranquilo. Procure uma posição confortável. Com a mente tranquila e  o coração confiante, liberte-se dos maus pensamentos, dos apegos e das angústias deste momento”, essa é a mensagem do Templo Shi-Budista de Brasília.

Posturas de relaxamento
Posições orientadas pela professora de ioga Thaís Joi

Balasana

Conhecida também como postura da criança, acalma a mente, ajuda a soltar o controle, abre espaço entre as vértebras e serve como uma pausa estratégica para o descanso fisiológico e mental. Perfeita para dores na coluna, em especial na lombar, pois libera tensões nessa região e permite que ombros e pescoço relaxem. “Mentalmente, facilita um momento de introspecção para acolhermos nossas condições atuais e a criança interior que carrega nossos medos e sonhos mais básicos”, explica a professora.

Como fazer
Fique de joelho e verifique se é possível sentar nos pés. Caso não, coloque uma manta ou almofada entre o quadril e os pés. Separe os joelhos e mantenha os pés juntos. Expire flexionando o tronco, caminhando com as mãos à frente. Apoie a testa no chão e respire profundamente de um a cinco minutos.

Próxima »1 / 4
VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Notícia Boa
Checamos
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias