CORONAVÍRUS

No Maranhão

787
55680
29518
1360
CUIDADO

Isolamento gera alerta para relacionamentos abusivos em casa

De acordo com a 2 ª Vara Especial de Violência doméstica e Familiar contra a Mulher de São Luís, 54,02% das vítimas, que sofrem de algum tipo de agressão, são jovens

Reprodução

Quem pensa que os casos de violência doméstica começam quando o casal passa a viver junto, pode estar enganado. Muitos dos relacionamentos abusivos começam ainda no namoro. De acordo com dados extraídos pela 2ª Vara Especial de Violência doméstica e Familiar contra a Mulher de São Luís, em pesquisa divulgada no ano 2019, apontam que 43% das vítimas de algum tipo de agressão são mulheres solteiras, sendo que no total, 54,02% tem entre 18 a 34 anos, consideradas jovens e jovens-adultas.

“Partindo da premissa de que viver sem violência é direito de toda mulher, com a aproximação do dia dos namorados, veio a reflexão sobre relacionamentos abusivos enfrentados pelos jovens, que às vezes se mostram em atos de ciúmes, decorrente de um machismo estrutural”, disse a juiza titular da 2ª Vara Especial de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher de São Luís,  Lúcia Barros Heluy.

Assim, visando trabalhar com uma proteção primária, em especial com as mulheres jovens, a 2ª Vara tomou a iniciativa de realizar uma programação voltada para a conscientização e reflexão das mulheres, a fim de prevenir e orientar sobre a violência doméstica.  E também para que elas reflitam um pouco sobre como está seu relacionamento.

A campanha tem o tema “O Respeito sim, deveria ser um vírus e contaminar todo mundo”, para prevenção a relacionamentos abusivos e conscientização de jovens, por ocasião da passagem do Dia dos Namorados (12 de junho).

As ações da campanha serão realizadas até sexta-feira, 12, com palestras ao vivo (lives) pelo instagram. No Dia dos Namorados, às 16h, haverá a live-debate de encerramento das atividades, sobre o tema principal: “Relacionamento abusivo, como detectar?”, com a juíza e a promotora de Justiça especializada em violência doméstica, Selma Regina, no instagram MPMA_OFICIAL, seguida de live-show solidária, às 20h.

De acordo com a juiza  Lúcia Barros Heluy, a campanha se propõe a destacar a importância do respeito entre as pessoas; identificar mais cedo o relacionamento abusivo; disseminar informações sobre Medida Protetiva de Urgência para mulheres jovens; divulgar os canais de atendimento da rede de enfrentamento à violência contra a mulher e arrecadar doações para as mulheres em situação de violência doméstica e familiar. “Quanto mais cedo a mulher identificar um relacionamento abusivo, mais cedo ela pode  procurar ajuda na rede de atendimento, buscar uma medida protetiva,  e evitar que isso evolua para um caso mais sério. Especificamente para as jovens vem a nossa preocupação, e como o dia dos namorados está aí, é importante levantar essa reflexão e informar”, disse a juíza.

A ação da vara tem o apoio institucional do Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão (CEMULHER e ESMAM); Corregedoria Geral de Justiça do Estado do Maranhão; Ministério Público estadual; Polícia Militar (Patrulha Maria da Penha); Casa da Mulher Brasileira (Poder Executivo; Instituto Estadual e Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão; Núcleo de Gênero da Universidade Estadual do Maranhão e Associação dos Magistrados do Maranhão.

As atitudes mostram quem a pessoa é de verdade

  • Críticas devem ser construtivas e isoladas
  • Quem gosta aceita, apoia, incentiva e respeita
  • Se o namoro te fizer mal, caia fora!
  • Não abandone o que te faz feliz!
  • Namorada ideal exige respeito e igualdade
  • Namorar não te obriga a nada!
  • Namoro é escolha, não  é prisão!
  • No namoro, isolamento é sempre perigoso
  • No namoro, você em primeiro lugar sempre!
  • Você nasceu para ser feliz!
  • Se for ameaçada ou agredida, denuncie!

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Notícia Boa
Checamos
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias