CORONAVÍRUS

No Maranhão

1226
38174
12741
1028
CORONAVÍRUS

Razoável projetar que já são mais de 1.000 infectados no Maranhão, diz Flávio Dino

Governo do Estado e Prefeitura de São Luís uniram forças para reforçar as ações para o controle da disseminação da doença no Maranhão

Reprodução

O governador do Maranhão, Flávio Dino, usou sua conta no Twitter, na manhã desta sexta-feira (03), para falar sobre o aumento do número de casos confirmados de Covid-19 no Maranhão, que, na última atualização da Secretária de Estado da Saúde (SES) subiu para 81. “Razoável projetar que já temos mais de 1.000 pessoas com o vírus“, escreveu Dino.

Governo do Estado e Prefeitura de São Luís uniram forças para reforçar as ações para o controle da disseminação da doença no Maranhão. Hospitais foram reformados e reestruturados para atender a demanda exclusiva do novo coronavírus.

Também foram separados alguns hospitais que não devem receber pacientes com a Covid-19, como forma de evitar a infecção de pacientes com doenças pré-existentes.

Os chamados “hospitais blindados da Covid-19”, são:

  • Socorrão I
  • Socorrão II
  • UPA da Vila Luizão
  • UPA do Parque Vitória
  • Hospital de Câncer (antigo Hospital Geral)
  • Hospital Aldenora Belo
  • Hospital Materno Infantil

Isolamento social

Flávio Dino tem criticado constantemente o posicionamento do presidente da República, Jair Bolsonaro, que é contra o o isolamento social “horizontal”, praticado atualmente por todos os países do mundo afetados pelo novo coronavírus. A quarentena estabelecida no Brasil inteiro propõe que todas as pessoas, independentemente de estarem ou não no grupo de risco da doença permaneçam e casa, apenas quem trabalha com serviços essenciais – como hospitais, supermercados, transporte, segurança, etc – devem continuar saindo.

Na noite desta quinta-feira (02), o secretário de Saúde do Maranhão, Carlos Eduardo Lula, ao divulgar o boletim epidemiológico dos casos de Covid-19 no estado, em seu Twitter, comentou que o grande fluxo de pessoas na rua dificulta as ações de redução de transmissão da doença. “Terminamos o dia de hoje com 55 casos descartados e mais 10 confirmados. Cidade com muito movimento, meu povo… Assim é difícil”, desabafou o secretário.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Notícia Boa
Checamos
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias