POLÍTICA

Adriano Sarney xinga Boulos de ‘parasita’ e os dois se atacam em redes sociais

Após a visita de Boulos ao Maranhão, o neto de Sarney xingou-o de ‘parasita’ e os dois trocaram ofensas nas redes socais

Após a visita de Guilherme Boulos (PSOL) ao Maranhão, o deputado estadual Adriano Sarney (PV) atacou o ex-candidato à presidência nas redes sociais. No seu Instagram, chamou o psolista de “parasita” e disse que repudiou sua presença.

“Parasita: povo do Maranhão repudia presença de Boulos em nosso estado”, diz a imagem.

Na legenda: “Nesta semana o Maranhão foi visitado pelo terroristas (sic.) de extrema-esquerda Guilherme Boulos. O governador Flávio Dino estendeu o tapete vermelho a uma pessoa que prega invasões, confronto com a polícia e a subversão do estado de direito. Guilherme Boulos não é bem-vindo ao Maranhão! Seu esquerdismo fanático não é aceito pelos maranhenses.”

Imagem: Captura de Tela/Instagram: @adrianosarney

Um tempo depois, Boulos usou seu Twitter para falar sobre a acusação. “Deputado Adriano Sarney me chamou de “criminoso” e disse que não sou bem vindo no Maranhão. Adriano o quê? Sarney? Ah tá… Próximo!”, publicou.

Imagem: Captura de Tela/Twitter: @GuilhermeBoulos

O deputado do PV rebateu: “Chamei de criminoso e de parasita também. Porque você é conhecido por infringir a lei e também por usar pessoas humildes. No que diz respeito a me atacar usando a minha família, fique à vontade. Seus comparsas fazem isso todos os dias aqui no Maranhão.”

E prosseguiu: “No ano passado, seu comparsa comunista que hoje reclama dos cortes na educação, retirou cerca de dez milhões da Universidade Estadual do Maranhão. Onde você estava? Por que não veio aqui reclamar? Vocês não passam de criminosos hipócritas.”

Visita de Boulos

Na última terça-feira (14), Guilherme Boulos veio ao Maranhão para um evento na UFMA contra os cortes do MEC anunciado pelo Governo Bolsonaro. Em seu pronunciamento, convocou estudantes e professores para a manifestação do dia 15 de maio, de caráter nacional.

Os institutos federais do estado já afirmaram que correm riscos por conta dos cortes. Tanto o IFMA quanto a UFMA deverão anunciar o encerramento de suas atividades a partir do segundo semestre desse ano caso o contingenciamento aconteça.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias