CORONAVÍRUS

No Maranhão

1068
218156
203423
4994
JUSTIÇA

Caso Mariana Costa: julgamento de Lucas Porto é adiado

A defesa alegou que era necessário ser feita uma perícia e ela não estaria pronta até a data do julgamento

Reprodução

Julgamento de Lucas Porto, réu-confesso pelo assassinato de da cunhada Mariana Costa, estava previsto para esta quarta-feira (24), mas foi adiado para o dia 24 de maio.

O juiz da ação, José Ribamar Helluy Júnior informou que a decisão foi tomada após um pedido da defesa de Lucas Porto. A defesa alegou que era necessário ser feita uma perícia e ela não estaria pronta até a data do julgamento.

Leia também:

Lucas Porto irá a júri popular ainda esse mês

Esse deve ser o segundo julgamento passado por Lucas Porto, em 2018 no primeiro julgamento foi decidido que o suspeito iria para o júri popular. No momento do primeiro julgamento, Lucas limitou-se a responder apenas perguntas da defesa e aos questionamentos feitos inicialmente pelo juiz. Durante o julgamento ele negou ter assumido os crimes de estupro e feminicídio contra a cunhada, mas ele teria confessado o crime durante prestação de depoimento no dia 15 de novembro de 2016, na mesma semana em que Mariana foi morta.

Relembro o caso:

A publicitária Mariana Costa, 33 anos, foi encontrada morta no apartamento em morava, localizado na Avenida São Luís Rei de França, Turu. A vítima é sobrinha-neta do ex-presidente José Sarney.

De acordo com a perícia realizada pela Polícia Civil, Lucas Porto teria ido até o prédio da vítima para deixa-la juntamente com suas duas filhas após participarem de um culto.

Após deixar a cunhada em seu apartamento, o suspeito subiu uma segunda vez, após isso ele realizou diversas ligações no hall de entrada do edifício.

Lucas apresentou arranhões no corpo e rosto, além disso as câmeras do prédio mostraram o suspeito sair correndo pelas escadas do prédio. Lucas Porto foi preso na casa da vítima enquanto prestava as condolências.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Esportes
Polícia
Mais Notícias