CORONAVÍRUS

No Maranhão

5083
114585
102872
2943
CRIME

Caso Diogo Sarney: Polícia prende suspeito de ter participado no roubo do carro utilizado no crime

Roubo do veículo ocorreu três dias antes do assassinato do publicitário

Foto: Divulgação

Uma operação da Polícia Civil do Maranhão, através da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículo (DRFV), vinculada à Superintendênia de Civil da Capital (SPCC), prendeu uma pessoa suspeita de ter participado no crime de roubo a veículo.

Leia também:

Este veículo seria o Fiat Argo, de cor vermelha, que foi utilizado no crime de homicídio que vitimou o publicitário Diogo Adriano Costa Campos, o Diogo Sarney, de 41 anos, no dia 16 de junho, deste ano.

Os policiais da DRFV deram cumprimento a mandado de prisão preventiva contra um suspeito de roubar o veículo, no dia 13 de junho, no bairro Calhau, mais precisamente no Barramar.

O roubo foi três dias antes do assassinato do publicitário. O suspeito preso teria roubado o Fiat Argo, de cor vermelha, juntamente com um comparsa, que já foi identificado, mas ainda continua foragido.

A dupla roubou o veículo de motorista de aplicativo nas imediações do Barramar, e dias após utilizou o carro no homicídio na Lagoa da Jansen.

Após investigações conjuntas entre a Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP) e a DRFV, o suspeito foi preso temporariamente pelo homicídio cometido.

Antes que conseguisse sair pelo fim do prazo da prisão temporária, foi representado pela prisão preventiva do roubo do veículo e dado o devido cumprimento.

O que fará com que o suspeito continue preso e a disposição da Justiça para responder pelos atos criminosos cometidos.

Entenda o caso

publicitário Diogo Adriano Costa Campos, mais conhecido como Diogo Sarney, foi assassinado com um tiro no pescoço após uma discussão no trânsito, na manhã do dia 16 de junho, no bairro da Lagoa da Jansen.

Após investigações, a Polícia Civil do Maranhão, com ajuda de câmeras de segurança, identificou o carro conduzido pelo suspeito no momento do crime, um Argo Vermelho.

No último dia 26 de junho, foi preso o suspeito de assassinar o publicitário. Ele contou detalhes que ajudaram a polícia a entender a dinâmica do homicídio. Conforme as informações, o Argo vermelho utilizado no momento do crime foi tomado de assalto três dias antes do assassinato no bairro do Calhau, em São Luís.

Além disso, segundo o suspeito, ele estava acompanhado de mais duas pessoas, indo praticar crimes, quando ocorreu a briga de trânsito. Após a discussão, ele teria pegado a arma, que não era dele, e atirado no publicitário.

Até o momento, algumas diligências ainda não foram concluídas e alguns questionamentos continuam, como onde foi parar o revólver utilizado no delito? Quem é o verdadeiro dono da arma? E onde estão esses companheiros do suspeito preso?

VER COMENTÁRIOS
.
Concursos e Emprego
Notícia Boa
Checamos
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias