CORONAVÍRUS

No Maranhão

3753
180887
173987
3923
PRISÃO

Caso Diogo Sarney: suspeito tem prisão preventiva decretada pelo Poder Judiciário

O suspeito se apresentou na SHPP, no dia 26 de junho, ao lado de seu advogado, alegando ter sido o responsável pela morte do publicitário.

Diogo Adriano Costa Campos foi assassinado no último dia 16, após uma discussão no trânsito, na Lagoa da Jansen, em São Luís. Foto: Divulgação

Segundo informações da Polícia Civil, por meio da Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP), na tarde desta sexta-feira (24), o Poder Judiciário converteu a prisão temporária do suspeito de assassinar Diogo Sarney em prisão preventiva. Os demais ocupantes do carro não serão indiciados pelo crime de homicídio, cometido apenas pelo autor do disparo.

Depoimento do suspeito

O homem, que não teve a identidade revelada, foi preso no dia 26 de junho e informou a polícia os detalhes sobre como ocorreu o homicídio. Segundo ele, o carro utilizado no dia do crime foi tomado de assalto três dias antes do crime.

Durante o depoimento o suspeito informou que estava acompanhado de mais dois comparsas, que estão sendo procurados pela polícia. Ao passar em frente ao condomínio de Diogo, que ia saindo de sua garagem em alta velocidade, o suspeito desviou do carro de Diogo para evitar o choque e nesse momento não houve discussão.

Após isso, o suspeito afirmou que ele estava com o vidro fechado e simplesmente seguiu e foi embora. Então, Diogo teria saído atrás dos ocupantes do Argo. Ao chegar em frente ao antigo bar Por Acaso, o suspeito afirma que Diogo passou pelo seu veículo e o trancou na via.

Em seguida, ainda segundo o autor, o publicitário desceu do seu carro e começou a dar murros no vidro do Argo vermelho. Quando o condutor do veículo abriu o vidro, segundo declarou, Diogo começou a xingá-lo e ainda lhe desferiu um soco no peito.

Após isso, o suspeito afirmou que pegou a arma de um dos companheiros que estavam no veículo, um revólver calibre 38, e atirou contra Diogo, que morreu no local. O suspeito ainda disse à polícia que a arma usada no crime não é dele.

Relembre o caso

O publicitário Diogo Adriano Costa Campos, mais conhecido como Diogo Sarney, foi assassinado com um tiro no pescoço no fim da manhã do dia 16 de junho, após uma discussão no trânsito na Lagoa da Jansen, em São Luís. O fato aconteceu em frente ao bar Por Acaso.

Após investigações, a Polícia Civil do Maranhão, com ajuda de câmeras de segurança, identificou o carro conduzido pelo suspeito no momento do crime, um Argo Vermelho.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Esportes
Polícia
Mais Notícias