CORONAVÍRUS

No Maranhão

3483
183461
175992
3978
FAÇA SUA PARTE

Dia Mundial Sem Carro: Veja 4 vantagens da utilização de transportes alternativos

Os motivos para a criação da data são diversos, sendo os principais a diminuição de poluentes na atmosfera e a melhor qualidade de vida das pessoas

Foto: Sergio Souza.

No dia 22 de setembro é comemorado o Dia Mundial Sem Carro, uma iniciativa que busca conscientizar as pessoas do uso responsável dos automóveis com meios de locomoção alternativos. Instituída em 1997 na França, a data foi adotada por diversos países que se juntaram na causa.

Os motivos para a criação da data são diversos, sendo os principais a diminuição de poluentes na atmosfera e a melhor qualidade de vida das pessoas. Atualmente são 1,2 bilhão de automóveis ao redor do mundo, se já não bastasse o número considerável, os carros e motocicletas representam um grande risco ao meio ambiente.

A intenção de incentivar os métodos alternativos, principalmente o uso da bicicleta, devem ser assegurados com apoio governamental, não é possível conciliar o uso deste meio sem que haja o mínimo de apoio legislativo, como a construção de ciclovias e etc.

Um pouco de história

Para começo de conversa, a utilização de automóveis não é tão nova assim. Registros comprovam que em 1672, na China, Ferdinand Verbiest, um membro de uma missão jesuíta, construiu o primeiro veículo movido a vapor como um brinquedo para o Imperador da China. Apesar de não caber um motorista, este foi possivelmente o primeiro automóvel.

Imagem: Reprodução.

Em meados de 1769 houve a criação do primeiro veículo a vapor capaz de transportar pessoas. Já no ano de 1807 foram produzidos os primeiros automóveis movidos à combustão de gás, um pouco mais à frente, em 1885 foi criado o primeiro motor de combustão a gasolina. Um ano depois, em 1886 foi início do automóvel moderno.

Com a Segunda Revolução Industrial entre 1850 e 1870, houve um grande desenvolvimento tecnológico nas indústrias, que alavancaram a produção automobilística. Desde então os automóveis ganharam o mundo, sendo praticamente indispensáveis nos dias de hoje.

Combustíveis fósseis e o aquecimento global

Foto: Reprodução.

Podemos considerar que o maior risco que os automóveis trazem é relacionado à utilização de combustíveis fósseis. Oriundos do petróleo, combustíveis como gasolina e diesel emitem gases, que além de poluírem o ar, geram o efeito estufa, contribuindo com aquecimento global.

Leia também: Dia da Árvore: 3 dicas de plantio e como contribuir com a preservação

Este é um dos maiores problemas e desafios do mundo contemporâneo, pois implica a mudança de climas e influencia negativamente a qualidade de vida dos seres vivos. O gás carbônico (CO2) é o principal gás de efeito estufa, tendo grande parte de sua emissão na atmosfera por automóveis movidos a gasolina.

Dinâmica urbana

Foto: Reprodução.

Grandes centros urbanos como a cidade de São Paulo sofrem com o intenso tráfego devido a grande quantidade de veículos, cenas como esta se tornam comuns. Engarrafamentos quilométricos, buzinas constantes e trânsito lento compõem o cenário caótico das vias lotadas.

A questão é que a medida que o tempo passa, cada vez mais automóveis são produzidos e mais condutores estarão nas ruas. Cidades cujo não foram planejadas para terem grande movimentação como a capital maranhense, São Luís, acabam tendo que realizar obras de extensão de vias para minimizar o problema.

Que benefícios temos ao utilizar os transportes alternativos?

A tecnologia, como ferramenta do homem, nos permitiu chegar a lugares que antes eram inimagináveis. Entretanto essa mesma tecnologia permitiu o nascimento de uma sociedade cada vez mais sedentária. Os carros e motocicletas são um retrato simples da união do conforto e economia de tempo.

1 – Uma vida mais saudável e menos estresse

Foto: Reprodução.

Correr de bicicleta é uma ótima atividade aeróbica que gasta uma grande quantidade de calorias. Além de contribuir com o melhor desempenho muscular e o funcionamento saudável do corpo, andar de bike é um exercício de baixo impacto, reduzindo as chances de lesões e contusões.

Ao praticar um exercício físico, como o pedalo por exemplo, o corpo libera a endorfina, também conhecido como o hormônio do prazer e bem-estar. Essa substância atua diretamente no estado físico e mental, diminuindo os níveis de estresse, ansiedade e depressão, permitindo uma vida mais leve.

A realização de atividades aeróbicas, tais como corrida ao ar livre e correr de bicicleta, diminuem as chances de desenvolvimento de doenças crônicas, permitindo uma maior longevidade e qualidade de vida.

Próxima »1 / 4
VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Esportes
Polícia
Mais Notícias