Barra do Corda

Quatro pessoas presas envolvidas em assaltos na BR-226

Operação de repreensão a assaltos no trecho entre Barra do Corda e Grajaú identificou novos membros de três grandes organizações criminosas que atuam na região

Reprodução

As Polícias Civil e Militar de Barra do Corda e Polícia Rodoviária Federal trabalharam em conjunto nos últimos dias 24 e 25 de janeiro, na articulação de grande operação de repressão a criminosos que agem na BR-226. Os assaltos se tornaram recorrentes nos últimos meses, principalmente no trecho indígena de Cana Brava.

Segundo o delegado de Polícia Civil, Renilton Ferreira, titular de Barra do Corda, a operação deu continuidade aos trabalhos executados na semana passada, referentes à Operação Liber Via, quando já haviam sido presas outras quatro pessoas suspeitas de liderar e praticar esses crimes, duas dessas também foragidas da justiça e apontadas como indivíduos de alta periculosidade.

“Nós estamos fazendo esses trabalhos com o intuito de recapturar foragidos da justiça, prender membros de organizações criminosas que agem praticando diversos assaltos a populares que transitam entre Barra do Corda e Grajaú. Nessas diligências e incursos que tem sido contantes desde a quarta-feira passada, temos o objetivo também de identificar novos membros de pelo menos três grandes quadrilhas que atuam nessa região”, pontua o delegado.

Foram presos esta semana também  o branco Tiago Pereira da Silva e os indígenas José Lopes Guajajara e Leonardo Guajajara. Todos esses criminosos já possuíam mandados de prisão anteriores e eram considerados foragidos da justiça, bem como são acusados de agirem ativamente nos assaltos atuais na BR-226.

Durante o curso da fase executada ontem, 25, a ação contou com o apoio da Polícia Rodoviária Federal e ainda foram presos mais quatro não- índios suspeitos da prática do crime de receptação de aparelhos celulares roubados pela quadrilha. Dois desses moradores eram residentes do povoado Santa Maria e outros dois da cidade de Jenipapo dos Vieiras. Vários objetos roubados como celulares, perfumes, bolsas e outros itens pessoais das vítimas foram recuperados. Além disso, quatro armas de fogo também foram apreendidas.

“Iremos continuar os trabalhos, com o objetivo de se proceder novas prisões e promover a paz a todos os cidadãos de bem”, finaliza o delegado.

Leia também outras reportagens relacionadas a assaltos na BR-226

Operação prende dois envolvidos em assaltos na BR 226

Idosa morre após assalto a ônibus na BR-226

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS