PAC Cidades Históricas

Rua Grande será reformada a partir de novembro, após adiamentos

A obra, referente ao PAC Cidades Históricas, que tem sofrido com atrasos e cortes de verba, é avaliada em mais de R$ 30 milhões

Após vários adiamentos, a Rua Grande começará a ser reformada em novembro deste ano. A ordem de serviço foi assinada nesta segunda-feira, dia 9, pelo Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

A obra, referente ao PAC Cidades Históricas, que tem sofrido com atrasos e cortes de verba, é avaliada em R$ 31.404.149,09 milhões – destes, serão investidos inicialmente R$ 6 milhões, provenientes do repasse de R$ 15 milhões anunciados este mês por Michel Temer. A previsão, segundo o IPHAN, é que os 800 metros da Rua Grande sejam reformados até dezembro do ano que vem.

A empresa responsável pelo serviço é a Ducol Engenharia, que reformou a Praia Grande pelo Projeto Reviver. De acordo com o projeto, a Rua Grande terá o piso substituído, ganhará bancos, lixeiras, hidrantes e terá sua fiação aérea substituída por uma embutida.

Henry Duailibe, proprietário da empresa, afirma que a primeira fase da obra (referente à primeira quadra da rua) deve ser finalizada antes do natal, para que não haja transtorno para os comerciantes. Os trabalhos serão retomados na segunda semana de janeiro de 2018.