COMEMORAÇÃO

Samba de Iaiá celebra aniversário de Serrinha do Maranhão neste sábado (30)

Para o repertório, composições de artistas da terra e também de grandes nomes do cenário nacional

Uma roda de samba fenomenal foi anunciada e promete agitar a cidade! Isso mesmo. Neste sábado (30) o projeto Samba de Iaiá chega em clima de comemoração, e motivos pra isso não faltam.

A edição deste sábado, irá comemorar os 60 anos do sambista maranhense Serrinha do Maranhão, que vem fazendo o povo se alegrar a cada sábado no Samba de Iaiá. Intitulado “Serrinha Turbinado”, o evento é uma homenagem a esse sambista que há 40 anos têm se dedicado a nobre arte e promete agitar os ludovicenses com cinco horas sem intervalo de muita música boa e samba no pé. O evento começa às 17h.

Além do protagonista Serrinha que divide o palco do Samba de Iaiá com o cantor Chico Chinês, há mais de dois anos e do grupo Filhos de Iaiá, tradição nas rodas de samba aos sábados, a edição especial também conta com a participação do cantor Luzian Filho.

Para o repertório, composições de artistas da terra e também de grandes nomes do cenário nacional. Para quem curte uma boa música, nada melhor do que aproveitar um sábado regado a muita diversão e samba da melhor qualidade. São Luís vai respirar samba “porque quem não gosta de samba, bom sujeito não é”.

Os ingressos podem ser adquiridos na sede do curso de inglês YES (Elevado da Cohama) e na portaria da Casa de Iaiá aos sábado durante o Samba.

Já deu pra ver que o evento vai ser tudo de bom né?! Então não perca tempo e garanta seu ingresso. Vem sambar, iaiá!

Serrinha do Maranhão

Serrinha do Maranhão já tocou com nomes como Zeca Pagodinho, Arlindo Cruz, Beth Carvalho, Jorge Aragão, dentre outras referências do samba.  Hoje seu trabalho de maior destaque está no projeto Samba de Iaiá, onde divide o palco com Chico Chinês, e que, há mais de dois anos, reúne um grande público todos os sábados na Associação da Emater, no Olho D’Água. Em suas apresentações nesse projeto, já é ritual ouvir-se a convocação “Todo mundo no samba”. E aí, não há uma alma que consiga ficar invisível ou imóvel, e o samba fica “mais bonito” e mais encantador.

Nesses 40 anos de estrada, o cantor já fez de tudo um pouco: cantor de “bares da moda” (nos anos 80/90), brincante de “blocos tradicionais” e da escola “Flor do Samba”, conviveu com grandes sambistas, que hoje são nomes consagrados no cenário nacional, quando morou no Rio de Janeiro (1984 a 1987). Nesse período, inclusive, teve contato mais próximo com Jorge Aragão, Beth Carvalho, Jovelina Pérola Negra, Toninho Nascimento (autor de Contos de Areia, música imortalizada na voz de Clara Nunes), entre outros.

Desses momentos, são dois memoráveis: foi convidado pela própria Beth Carvalho para assistir ao seu show no Canecão (Rio de Janeiro) e recebeu de Jorge Aragão a música Palma da Mão, que é parte do repertório de seu primeiro CD (na época, com o grupo Serrinha & Companhia), gravado em 1995. Sempre que se encontram, Jorge Aragão o convida a dividir o palco e interpretar o sucesso Palma da Mão.

Serviço

  • Atração: Aniversário de 60 anos do sambista Serrinha Maranhão
  • Local: Casa de Iaiá (Olho D’água)
  • Quando: sábado, 30 de novembro
  • Horário: a partir das 17h
  • Ingressos: sede do curso de inglês YES (Elevado da Cohama); portaria da Casa de Iaiá
VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias