FRAUDE

Governo comenta ciberataque que suspendeu concurso de Saúde

Secretaria de Saúde informou que a nova data para inscrições será divulgada em breve; entenda o que é um ciberataque

Reprodução

O processo seletivo para o cargo de diretor administrativo de Unidades de Saúde da Rede Estadual foi anulado por conta de uma suposta fraude no sistema de inscrição online. Segundo explicou a Secretaria de Estado da Saúde (SES) em nota oficial, trata-se de um ataque cibernético sofrido pela sistema de inscrições, que comprometeu a segurança dos dados.

Segundo a SES, um número muito grande de pessoas fictícias se inscreveram usando dados de Cadastro de Pessoa Física inexistentes. É a primeira vez, nos últimos quatro anos, que a secretaria sofre tentativa de fraude em concursos e seletivas de contratação.

O concurso público foi então anulado pelo Governo e a SES encaminhou à Polícia Civil todas as informações para instaurar inquérito policial no objetivo de apurar a tentativa de corromper o processo seletivo.

Ainda na nota, a SES informou que a nova data para inscrições, com um novo sistema que garanta maior segurança aos dados cadastrados, será divulgada em breve.

Entenda o que é um ciberataque

Ciberataque é a maneira simplificada de dizer “ataque cibernético”, que nada mais é do que uma tentativa de invadir sistemas e computadores para roubar informações como dados bancários, nomes, documentos ou toda e qualquer informação disponível na rede.

Um dos ciberataques mais famosos ocorreu em maio de 2017, quando empresas de mais de 74 países, incluindo Brasil, tiveram seus dados roubados ou seus servidores inoperantes por excesso de tráfego. Os ataques causaram a interrupção do atendimento do INSS e afetaram empresas e órgãos públicos de 14 estados brasileiros mais o Distrito Federal.

VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias