INCIDENTE

Após fogo em caminhão, circo continua com atividades normais

As chamas começaram por volta das 16h deste sábado em um caminhão a 40 metros da estrutura principal do Le Cirque Amar

Por volta das 16h deste sábado, 17, um caminhão baú do grupo circense Le Cirque Amar pegou fogo, instalado na Avenida Professor Carlos Cunha, no bairro do Jaracaty. Moradores de condomínios e pessoas que passavam próximo ao local registraram o momento das chamas.

Segundo informa em nota, a Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP), por meio do Corpo de Bombeiros Militar do Maranhão (CBMMA), recebeu chamado às 16h50 e prontamente se dirigiu ao local para contenção das chamas que deixaram o caminhão destruído.

O caminhão servia como depósito do circo e não havia ninguém dentro no momento do incêndio. Os bombeiros trabalham com hipótese de que tenha havido um curto circuito na estrutura interna do veículo, mas foi instaurada uma perícia técnica para avaliar as reais causas do incidente.

Bryan Stevanovich, um dos diretores do Le Cirque Amar, esclareceu que o caminhão se encontrava distante 40 metros da área do público e que não havia riscos para quem se encontrava na área de espetáculos, uma vez que, além da distância, o circo possui estruturas antichamas e autoextinguíveis. Não houve danos à estrutura física do circo.

A diretoria do Le Cirque informa por fim que o incêndio não afetou as apresentações e que seguirá com a programação normal de espetáculos.

Sobre o Le Cirque Amar

Pela segunda vez em São Luís, o grupo criado há mais de 10 anos, pelos irmãos Stevanovich, conta com um elenco de mais de 70 pessoas, entre artistas e técnicos de diversas nacionalidades e continentes.

O espetáculo exibe desde os números mais tradicionais do universo circense (palhaços, acrobatas e o famoso Globo da Morte) até dança e teatro para todas as idades.

O Le Cirque, famoso no mundo inteiro, explora o dinamismo, o luxo e o brilho ao melhor estilo francês, além de uma estrutura que comporta 1.400 pessoas; ao todo, mais de 250 toneladas de equipamentos e dois grupos geradores de energia elétrica, com 30 carretas e um avião para propaganda por via aérea.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS