CORONAVÍRUS

No Maranhão

4550
121581
109186
3032
VACINA

‘Uma injeção de ânimo’, define primeira brasileira a receber vacina chinesa

Médica do Hospital das Clínicas de São Paulo foi a primeira brasileira a receber, nesta terça-feira (21/7), a CoronaVac

(foto: Governo do Estado de São Paulo)

Ir ao hospital receber uma vacina nunca foi um momento tão emocionante e esperado não só para a clínica geral Stefania Teixeira Porto, 27 anos, mas para todo o mundo que aguarda a salvação em forma de dose contra o novo coronavírus. A médica do Hospital das Clínicas de São Paulo foi a primeira brasileira a receber, nesta terça-feira (21/7), a CoronaVac, vacina chinesa contra a covid-19, considerada uma das mais promissoras atualmente. 

“Passamos por meses estão difíceis, então é uma injeção de ânimo poder participar disso e contar para as pessoas no futuro que fiz parte disso. Estou muito contente”, comemorou Stefania logo após receber a primeira dose da potencial prevenção contra o novo coronavírus. 

O ensaio da CoronaVac no Brasil começou pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, onde 890 voluntários serão testados. Os testes serão realizados em 12 centros de seis unidades federativas: Distrito Federal, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Paraná. Ao todo, 9 mil voluntários da saúde e que ainda não tenham contraído o vírus vão participar do ensaio. 

A vacina é chamada de CoronaVac e já foi administrada com sucesso em cerca de mil pessoas na China nas fases clínicas um e dois. Anteriormente, foi testada em macacos. Agora, o Butantan iniciará o ensaio clínico para  verificar eficácia, segurança e o potencial do medicamento para produção de respostas imunes ao coronavírus. 

A estimativa é de concluir todo estudo da fase três em até 90 dias. “A gente está vivendo um momento único, histórico e foi o que me fez querer participar desse projeto e fazer parte desse momento”, disse Stefania. Se a vacina for efetiva, o Instituto Butantan vai receber da Sinovac, até o fim do ano, 60 milhões de doses para distribuição. 

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Notícia Boa
Checamos
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias