CORONAVÍRUS

No Maranhão

3753
180887
173987
3923
SAÚDE

Maranhão faz parte dos 11 estados com queda na taxa de óbitos por Covid-19

O Maranhão apresentou uma queda de 33% na taxa de óbitos pelo novo coronavírus

Governador anunciou a medida durante coletiva de imprensa. Foto: Divulgação

Na manhã desta sexta-feira (31), durante a realização de uma coletiva de imprensa, o Governador do Maranhão, Flávio Dino, falou sobre a queda na taxa óbitos decorrentes pelo novo coronavírus no estado.

De acordo com o gráfico apresentado na transmissão da coletiva, o Maranhão está entre os 11 estados que apresentaram uma queda significativa na taxa de óbitos, com percentual da queda de 33% só nessa semana.

Divulgação

Leia também:

Também foi dito durante coletiva que o estado tem apresentado ótimos resultados em relação ao enfrentamento da pandemia da Covid-19. Nesta quinta-feira (30), foi divulgada uma pesquisa, feita pela FGV e da PUC-Rio, em que mostra o Maranhão como o estado com a menor taxa de contágio do vírus, tendo uma porcentagem de 0,84%.

De acordo com informações do último boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) na noite da quinta-feira (30), a taxa de ocupação de leitos de UTI é de 46,63% e leitos clínicos está com 27,19% da ocupação preenchida.

Divulgação

Coronavírus no Maranhão

Segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), nesta quinta-feira (30), o Maranhão já totaliza 119.262 casos confirmados e 2.996 mortes por coronavírus. Nas últimas 24h foram registrados 1.568 novos casos e 18 mortes pela doença.

Dos mais de 119 mil casos, 9.161 estão ativos. Desses, 8.580 estão em isolamento social, 349 internados em enfermaria e 232 em leitos de UTI.

O estado já registra 107.105 pessoas recuperadas da doença. Desde o início da pandemia mais de 263 mil testes foram realizados, 140.726 casos foram descartados e nesta quinta-feira (30), o número de casos suspeitos é 4.708.

Volta às aulas no Maranhão

Na tarde da última terça-feira (28), o Secretário da Educação do Maranhão, Felipe Camarão, informou que as aulas presenciais da rede estadual foram adiadas. A nova data de retorno presencial para o 3º ano do ensino médio e também para os demais níveis de ensino da rede pública estadual ainda não foi confirmada e deve ser decidida posteriormente.

Segundo o secretário, serão mantidas as aulas não presenciais, possibilitando mais tempo para que as comunidades escolares debatam. Além disso, o processo de consulta aos estudantes e às suas famílias vai ser continuado, assim como as reuniões com o  Sinproesemma.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Esportes
Polícia
Mais Notícias