CORONAVÍRUS

No Maranhão

3753
180887
173987
3923
COVID-19

Brasil testará vacina contra o Coronavírus nas próximas semanas

Testes irão priorizar profissionais da saúde, que estão na linha de frente.

(Foto: REUTERS/ Dado Ruvic/ Direitos Reservados)

Após ter sido escolhido para testar a vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela Universidade de Oxford, o Brasil já recebeu o primeiro lote da imunização, que deve ser iniciada nas próximas semanas, sob condução do Centro de Referência para Imunobiológicos Especiais (CRIE) da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), em parceria com o Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino (Idor).

De acordo com a Unifesp, cerca de duas mil pessoas irão participar dos testes em São Paulo e no Rio de Janeiro. Com apoio do Ministério da Saúde, a prioridade é testar aqueles que estejam na linha de frente, em razão da maior exposição aos perigos da doença. No entanto, os voluntários não poderão ter testado positivo para a doença anteriormente.

Os testes:

Segundo o Idor, o processo será dividido em algumas fases. Primeiro, será feita a triagem dos voluntários. Posteriormente, os escolhidos irão realizar testes para saber se já foram ou não infectados pela Covid-19. Após o início das testagens, os participantes ainda deverão ser avaliados durante um ano.

Quem pode participar:

Inicialmente, os testes estão direcionados aos profissionais da saúde, que atuam na linha de frente da doença, além de adultos, entre 18 e 55 anos, que trabalhem em locais com ampla exposição ao vírus.

O procedimento traz esperanças, já que no Brasil, segundo o Ministério da Saúde, 30.925 pessoas foram infectadas somente nas últimas 24 horas. Já no Maranhão, no mesmo intervalo de tempo, 2684 casos do novo coronavírus foram registrados.

Outros países também aguardam aprovação na participação dos testes. No Brasil, o procedimento foi autorizado pela pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Esportes
Polícia
Mais Notícias