CORONAVÍRUS

No Maranhão

1800
27979
7117
887
CORONAVÍRUS

Profissional de saúde é um dos mortos por Covid-19 no Maranhão

A suspeita é de que ele teria sindo infectado pelo vírus no hospital onde trabalhava, o Socorrão I

Reprodução

Um dos 8 mortos pelo novo coronavírus no Maranhão, um homem de 47 anos, era funcionário do Hospital Municipal Djalma Marques, o Socorrão I. Ele morreu na madrugada desta terça-feira (7). A suspeita é de que ele teria sindo infectado pelo vírus no hospital onde trabalhava, segundo os familiares.

A vítima teria recebido um atestado de 15 dias e foi afastado do serviço. Ele chegou a ser internado em um hospital da capital no dia 29 de março, após ter apresentado sintomas mais graves de gripe. Diante disso, foi recomendado que a família também ficasse em isolamento domiciliar.

Mesmo sendo hipertenso e diabético, fazendo portanto parte do grupo de risco, o profissional continuava trabalhando normalmente no Socorrão I. O Hospital Municipal Djalma Marques é uma das “unidades blindadas” da Covid-19 em São Luís, portanto não trata pacientes com o vírus. No entanto, muitas pessoas com sintomas da doença procuram o hospital e de lá são encaminhados para a unidade de saúde adequada.

Por meio de nota, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) afirmou que todos os profissionais de saúde foram e continuam sendo orientados quando aos riscos infecção pelo novo coronavírus.

“A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que realizou a capacitação de profissionais, diretores e responsáveis pelo atendimento aos pacientes das unidades de saúde do Maranhão sobre procedimentos de assistência e medidas preventivas no enfrentamento de doenças respiratórias, incluindo o novo coronavírus (Covid-19) e Influenza A. Desde o surgimento do surto do coronavírus, as unidades de saúde da rede da Secretaria de Estado da Saúde vêm se preparando com atualizações sobre protocolo de segurança e prevenção que devem ter os hospitais e UPAS, que são portas de entrada para pacientes com suspeita do vírus.”

Secretaria de Estado da Saúde

A SES afirmou ainda que as ações definidas pelo plano orientam os serviços de saúde da rede estadual, que está preparada para o atendimento e em conformidade com as diretrizes nacionais propostas pela Secretaria de Vigilância em Saúde/Ministério da Saúde – SVS/MS.


VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Notícia Boa
Checamos
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias