CORONAVÍRUS

No Maranhão

787
55680
29518
1360
ALERTA

Maranhão pode ter surto de dengue em 2020, diz Ministério da Saúde

Devido a estação quente e chuvosa a proliferação do mosquito Aedes aegypti fica mais intensa.

Divulgação

Pneus, lixeiras, caixas d’água e pratos de vasos, podem se tornar um ambiente propício à proliferação do mosquito Aedes aegypti. Mas é preciso todo cuidado neste período de chuvas. Segundo o Ministério da Saúde, o Maranhão pode ter surto de dengue a partir de março deste ano, por isso todo cuidado é pouco.

O tipo 2 do vírus da dengue voltou a circular no fim do ano de 2018 e devido a estação quente e chuvosa a proliferação do mosquito Aedes aegypti fica mais intensa.

Para combater esse problema, está sendo feita a mobilização dos 217 municípios maranhenses para a realização do Levantamento de Índice Rápido para Aedes aegypti (LIRAa) e Levantamento de índice Amostral (LIA).

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde (SES), o combate ao Aedes aegypti deve durar o ano todo. Contudo, no período chuvoso é preciso intensificar os cuidados, principalmente, nos imóveis residenciais para evitar que os ovos do mosquito, que necessitam de água parada, eclodam.

De acordo com dados do Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde, o estado registrou, em 2019, 5,5 mil casos prováveis de dengue, com isso, os casos aumentaram mais de 100%, se comparados ao mesmo período de 2018.

Para esse quadro não se repetir em 2020, medidas simples e frequentes evitam que o mosquito nasça. Por isso, a população precisa participar fazendo a sua parte, mantendo as residências livres de criadouros.

Saiba como solucionar esse problema:

  • Evite o acúmulo de água – O mosquito coloca seus ovos em água limpa, mas não necessariamente potável. Por isso é importante jogar fora pneus velhos, virar garrafas com a boca para baixo;
  • -Coloque areia nos vasos de plantas – O uso de pratos nos vasos de plantas pode gerar acúmulo de água. Há três alternativas: eliminar o prato, lavá-lo regularmente ou colocar areia. A areia conserva a umidade;
  • -Coloque desinfetante nos ralos – Ralos pequenos de cozinhas e banheiros raramente tornam-se foco de dengue devido ao constante uso de produtos químicos, como xampu, sabão e água sanitária;
  • -Limpe as calhas – Desobstrua calhas e cubra a caixa d´água. Tais medidas não exigem uma reforma na sua casa,
  • -Seja consciente com o lixo – Não despeje lixo em valas, valetas, margens de córregos e riachos. Em casa, deixe as latas de lixo sempre bem tampadas.
VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Notícia Boa
Checamos
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias