CORONAVÍRUS

No Maranhão

3483
183461
175992
3978
Agora é que são elas?

Agora é que são elas? Eleição em São Luís tem seis vices mulheres, mas nenhuma candidata a prefeita

Nas últimas duas eleições municipais houve representantes femininas concorrendo ao cargo principal da Prefeitura de São Luís

Reprodução

Agora é que são elas? Nas últimas semanas, seis mulheres foram anunciadas como candidatas a vice-prefeitas da cidade, mas é a primeira vez em oito anos que nenhuma mulher é candidata a prefeita de São Luís.

Nas últimas duas eleições municipais houve representantes femininas concorrendo ao cargo principal da Prefeitura de São Luís. Em 2012, a senadora Eliziane Gama concorreu à Prefeitura de São Luís. Já em 2016, concorreram ao cargo Rose Salles, Cláudia Durans e Eliziane.

Apesar disso, é a primeira vez que seis mulheres se tornam candidatas a vice-prefeitas de São Luís. A representatividade das mulheres na política é concomitante ao processo que questões femininas tem alcançado o debate público. Com isso, mulheres tem ocupado espaços na sociedade e ampliado cada vez mais o debate a respeito de questões que foram silenciadas durante anos.

Seis candidatos à Prefeitura de São Luís escolheram mulheres como vices de sua chapa. Vale ressaltar que as mulheres escolhidas, em sua maioria, são mulheres que possuem um histórico de luta em favor das causas que acreditam.

Adriano Sarney (Verde), escolheu a fisioterapeuta e atleta de judô e jiujitsu Vall Nascimento como candidata a vice-prefeita de sua chapa. Em um post na rede social, a candidata afirmou acreditar na mudança da cidade.

Bira (PSB) anunciou a jornalista e professora do curso de Comunicação Social da UFMA, Letícia Cardoso, como candidata a vice-prefeita em sua chapa. A candidata é militante dos movimentos sociais com atuação junto a cultura, a comunicação e na defesa de causas ligadas aos direitos humanos.

Braide (Podemos) apresentou no último sábado (12), a professora de história Esmênia Miranda como companheira de chapa. Além de educadora, Esmênia é policial militar e nasceu em Bacabal, interior do Maranhão.

Duarte Junior (Republicanos) divulgou Fabiana Villar (PL) como sua companheira de chapa. Em sua rede social, Fabiana disse: “(…) quero ser a porta-voz e representante das mulheres. Somos a maioria do eleitorado de São Luís.”

Jeisael Marx (Rede Sustentabilidade) revelou que Janicelma Fernandes é candidata a vice-prefeita de São Luís. Ela é ativista e porta-voz da Rede no Maranhão.

Neto Evangelista (DEM) anunciou que Luzimar Lopes Correa (PDT) é candidata a vice-prefeita na sua chapa. Ela é assistente social, é evangélica e integrante do movimento de mulheres do PDT. 

Mulheres e a política

Logo após a Revolução de 1930, Getúlio Vagas, ao assumir a a chefia do Governo Provisório, designou, através do decreto nº 19.459 de 6 de dezembro de 1930, um comissão para estudar e propor a reforma da lei e do processo eleitorais. Mas somente em 1932, com a aprovação da nova lei eleitoral, as mulheres em todo Brasil conseguiram o direito de participar do processo eleitoral.

Em 1995, a Lei 9.100 estabeleceu normas para realização das eleições municipais que ocorreriam em outubro de 1996, nesse caso, 20% das candidaturas deveriam ser reservadas para candidaturas femininas.

Já em 1997, o Congresso Nacional aprovou Lei 9.054 que aumentou esse percentual mínimo de participação para 30%. Apesar disso, a participação feminina na política brasileira ainda é baixa.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Esportes
Polícia
Mais Notícias