SELFIES

Sarney é destaque em convenção nacional do partido MDB

Ex-presidente foi o político mais assediado em convenção nacional que elegeu o deputado federal Baleia Rossi como presidente nacional

Reprodução

Mesmo sem ocupar um cargo público há mais de quatro anos, o ex-presidente José Sarney foi um dos personagens centrais da convenção nacional do MDB realizada na última semana que colocou o deputado federal de São Paulo, Baleia Rossi, como presidente nacional do partido.

Além de ser assediado com diversos pedidos de fotos, Sarney aproveitou para falar de suas forças renovadas para renovar o MDB.

“Falam do velho Sarney. Não me sinto velho, não. Sou jovem como disse o Jucá. E ainda me sinto mais jovem vendo todas as mulheres, como vejo aqui hoje”, afirmou o ex-presidente.

Ele era constantemente parado por militantes e curiosos que logo sacavam o smartphone. “Uma foto, presidente?”, questionou uma apoiadora. Com sorriso no rosto, ele acenou que sim. Na sequência, outros três apareceram. Paciente, Sarney posou com todos que lhe pediram um registro do momento.

Além do ex-presidente, outros velhos caciques foram presença forte do partido na convenção, como o ex-presidente do Senado Eunício Oliveira e os ex-ministros Moreira Franco e Eliseu Padilha.

O ex-ministro Moreira Franco afirmou que é necessário ter “humildade” para reconhecer a necessidade de mudanças internas. “Temos que terhumildade e fazer diferente. Os resultados das últimas eleições para nós, do MDB, foram terríveis. Temos que incorporar, entender, mudar para nas eleições municipais termos a mesma recepção que o partido teve no passado”, afirmou o ex-ministro.

Baleia Rossi
Em seu discurso, Rossi afirmou que o MDB precisa de uma identidade e mostrar que é “possível viver sem ser governo“. “Hoje precisamos escolher novas bandeiras. É preciso saber que é possível viver sem participar de governo porque somos muito maior do que isso”, afirmou Rossi, que sucede o ex-senador Romero Jucá.

Sob o slogan “Renovação Democrática”, o encontro planejado para mostrar um “novo MDB”. “A unidade do partido é fundamental para gente poder mudar, reconectar o nosso partido com os anseios da sociedade e da voz a nossa militância. Respeitando a nossa história, mas também sabendo que o partido tem que olhar para frente”, afirmou Baleia Rossi.

Um ar contraditório esteve durante toda a convenção, já que os principais discursos pregavam a renovação enquanto os nomes mais aplaudidos e assediados eram os velho líderes que conduzem o partido há muitas décadas. Uma das grandes ausências foi o ex-presidente Michel Temer, que foi lembrado em diversos pronunciamentos.

Demonstrando uma possível aliança com o Democratas (DEM), o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, também compareceu a convenção.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias