VIOLÊNCIA

Suspeito de atropelar e matar vigilante é atingido por tiros

O homem atingido pelos tiros havia se apresentado na tarde do mesmo dia na delegacia para ser ouvido a cerca da morte de vigilante

Reprodução/Divulgação

Na noite da última terça-feira, 5, dois homens em uma moto atingiram com três tiros um homem envolvido na investigação da morte de um vigilante da Funac no último final de semana.

O homem atingido pelos tiros, identificado como Paulo Antônio Viegas, havia se apresentado na tarde do mesmo dia na Delegacia Especial da Cidade Operária para ser ouvido acerca da morte do funcionário da Funac e depois foi liberado.

Leia sobre: Suspeito de atropelar e matar vigilante se apresenta à polícia

O vigilante identificado como Ricardo Bruno Costa Pereira, de 25 anos, foi atropelado quando conduzia uma moto na região da Cidade Operária. O carro envolvido no acidente era dirigido por Paulo Antônio.

Segundo as informações, ele se desentendeu com a vítima no trânsito e na discussão teria projetado o veículo contra a moto. Com o choque Bruno acabou morrendo e Paulo Antônio fugiu do local.  No entanto, ele foi identificado através de uma das placas do veículo que soltou no momento do acidente.

Na noite da última terça-feira, 5, ele saiu de casa no Jardim São Cristóvão para comprar um lanche e ao chegar nas proximidades do Bar Molusco, foi surpreendido pelos dois homens que efetuaram vários disparos na vítima. Paulo Antônio foi socorrido e levado para o hospital Socorrão II, onde está internado.

Os autores do crime fugiram do local e o caso está sendo investigado pela polícia.  A suspeita é de que o crime tenha sido motivado por vingança em função do envolvimento de Paulo Antônio na morte do servidor da Funac.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias