PRISÃO PREVENTIVA

Homem que obrigava filha a se prostituir por 10 reais é preso no Maranhão

De acordo com a Delegada do caso, a vítima tinha que se prostituir para sustentar a dependência química do pai e da madrasta

Na manhã desta terça-feira, 12, a Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada da Mulher de Rosário, resultou na prisão preventiva de Valdivan Ferreira de Assunção pela prática de exploração sexual de vulnerável da sua filha de 14 anos.

De acordo com a Delegada Natália Porpino, as investigações ainda apontaram que a menor supostamente também estava sendo explorada pela madrasta, a qual foi presa preventivamente em novembro de 2018. Ainda segundo a delegada, a vítima era obrigada a se prostituir até pela quantia de R$ 10,00 para sustentar a dependência química do pai e da madrasta.

Após inúmeras tentativas de prisão contra Valdivan, as autoridades policiais tiveram êxito na captura do mesmo, oferecendo grande resistência à prisão. O trabalhou contou com apoio de equipes da 1º Delegacia Regional de Rosário. O preso será encaminhado a UPR, ficando à disposição da Justiça local.

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS