HIGIENE

Estudantes maranhenses receberão absorventes para combater pobreza menstrual

Serão distribuídos 1,3 milhão de itens mensalmente para alunos da rede estadual de ensino

A chamada pobreza menstrual afeta estudantes de famílias com baixo poder aquisitivo. (Foto: Shutterstock)

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) vai realizar a distribuição de absorventes para estudantes da rede pública estadual maranhense. A ação visa combater a chamada pobreza menstrual, que afeta estudantes de famílias com baixo poder aquisitivo, por conta da carência de acesso a produtos para uma boa higiene no período da menstruação.

A ação de distribuição começará nesta sexta-feira (15), no Centro Educa Mais Dorilene Silva Castro, às 9h30, na Travessa Dom Pedro II, 39, no bairro da Vila Conceição (Coroadinho).

O secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, destacou que esse problema (pobreza menstrual) coloca em risco a saúde física e mental de meninas e causa a evasão escolar.

“Enfrentaremos essa dificuldade com uma política pública séria, que melhorará a qualidade de vida de muitas meninas que não têm acesso a esse produto de higiene”, disse Camarão.

Ao todo, a medida visa alcançar aproximadamente 163 mil meninas matriculadas em escolas da rede pública estadual, nos 217 municípios maranhenses. Serão distribuídos oito absorventes higiênicos por mês para cada estudante, totalizando 1,3 milhão de itens distribuídos mensalmente, por um período de 12 meses.

VER COMENTÁRIOS
Esportes
Entretenimento e Cultura
Concursos e Emprego
Polícia
Mais Notícias