SEM BEBIDAS

Cerveja, refrigerante e água podem faltar nos próximos dias

A falta de insumos e a impossibilidade de distribuir os produtos, faz com que o empresariado repense se faz sentido continuar produzindo neste momento de greve

Reprodução

A semana começou com o desabastecimento total da Cooperativa dos Hortifrutigranjeiros do Maranhão (Ceasa-MA), segundo relatou o presidente da Ceasa, Milton Gadelha. Mas o impacto de desabastecimento não se restringe somente às frutas, verduras e legumes.

Outro setor, no Maranhão, que teve sua cadeia produtiva alterada, foi o setor de bebidas. Para o presidente do Sindicato da Indústria de Bebidas do Maranhão (Sindibebidas), Francisco da Rocha, o momento é de alerta. A falta de insumos e a impossibilidade de distribuir os produtos, faz com que o empresariado repense se faz sentido continuar produzindo neste momento de greve.

A distribuição de bebidas alcoólicas também podem ser prejudicadas segundo Rocha, a distribuição tem sido prejudicada por conta dos bloqueios dos caminhoneiros.

Pausa na Psiu

A Indústria Psiu, de propriedade de Francisco da Rocha, já tem a determinação de pausar suas atividades a partir de hoje. Desde a semana passada que os funcionários estão trabalhando até 15h para que o estoque não fique com muito produto. A distribuição no interior do estado e em outros estados não tem sido eficaz, os caminhões estão rodando com pouco combustível.

Falta de água

O presidente do Sindibebidas, informou ainda que, caso a situação se estenda pelo decorrer da semana, também há risco de faltar água engarrafada em algumas cidades do interior e também na capital maranhense. Além do combustível reduzido, as empresas precisam de material para embalagem. Os produtos não estão chegando até as indústrias.

Sem insumos para fabricação

A fábrica da River também pode parar suas atividades até a sexta-feira desta semana por falta de insumos. Segundo a Química Responsável da River, Letícia Santos, está faltando açúcar, benzoato de sódio, diluente e outros componentes que estão presos na estrada.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS