CASO JESIEL SALES

Presos pela morte de publicitário contam suas versões do crime

O principal suspeito afirma que não participou diretamente do crime e aponta envolvimento de mais três pessoas no assassinato de Jesiel Sales

O suspeito de ter assassinado o publicitário e designer de 52 anos, Jesiel Sales Pontes, chegou na tarde de hoje, 31, à Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP). Darlan Melo, 23 anos, foi preso no município de Urbano Santos enquanto fugia de cerco policial armado em uma área de matagal, no povoado Laranjeira, próximo a Santo Amaro.

Segundo o Comandante do Policiamento de Interiores, Zozimo Neto, desde a última sexta-feira, 30, os batalhões de São Luís, Rosário, Morros e Humberto de Campos foram acionados para dar apoio aos policiais do município de Urbano Santos, que haviam encontrado o veículo roubado na casa de homem conhecido como “Mazinho”, também detido pela polícia.

Indícios apontam que Darlan pretendia vender o carro roubado ao estelionatário Mazinho que, por sua vez, alega não ter intenção de comprá-lo. Mazinho afirma ainda não saber que a Hilux era roubada e diz que só havia utilizado o carro para realizar compra de um bujão de gás.

Apreensão do suspeito

Durante perseguição policial, Darlan foi alvejado com tiro na perna e empreendeu fuga em matagal. Portando uma faca, o criminoso passou a noite no mato e foi capturado na manhã deste sábado, 31.

Darlan Melo afirma que não participou diretamente do crime e aponta envolvimento de mais três pessoas no assassinato de Jesiel Sales.

Autuado em flagrante, o suspeito vai passar por cirurgia devido ao tiro que levou enquanto fugia. As investigações prosseguem.

Entenda o Caso

Publicitário some no Araçagi e polícia suspeita de latrocínio
Corpo de Jesiel Sales é encontrado em matagal no Araçagi
Suspeitos de envolvimento na morte de publicitário são presos

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS