CHUVAS

Moradores de Tuntum lutam para seguir a vida com doações após inundação

Pessoas se unem para ajudar as vítimas de enchentes de cidades afetadas pela forte chuva que tem caído no estado e assim amenizar o sofrimento de quem perdeu tudo

O brasileiro é conhecido por ser um povo hospitaleiro e ter um grande senso de ajuda humanitária, principalmente quando ocorrem grandes tragédias, como a que está afetando mais de 8 mil pessoas que estão em situação de desabrigo ou desalojamento das 20 cidades atingidas pelas chuvas no Maranhão. 11 cidades decretaram estado de emergência e seis estão em alerta, segundo levantamento da Defesa Civil do Estado.

Parte da cidade ficou destruída pela enchente, mas começa a se recuperar com mutirão feito por moradores. Foto: Bruna Pessoa

Os danos, segundo a Defensoria, incluem habitações danificadas ou destruídas, prédios públicos, ruas e obras de infraestrutura prejudicadas. Aos municípios que já decretaram situação de emergência, o Governo do Estado envia cestas básicas de alimentos, roupas, colchonetes, filtros e água, entre outros mantimentos. Já foram distribuídos cerca de dois mil itens.

Por outro lado, a sociedade civil se organiza para ajudar também. No estado inteiro várias campanhas estão sendo feitas para arrecadar alimentos, peças de vestuário, peças de cama e banho, remédio, água, entre outros produtos. Pontos de arrecadação foram montados em igrejas, escolas, associações, órgãos públicos, por exemplo, e muitas doações já foram entregues.

No bairro Radional, por exemplo, uma parte do que foi arrecadado pela Associação Radional já foi entregue para que o Comitê de Emergência do Governo do Estado pudesse fazer a destinação em Tuntum. “As doações não param. Agradecemos a todos as pessoas que atenderam ao chamado de amor e solidariedade aos nossos irmãos de Tuntum. Vamos continuar recebendo as doações, que desta vez serão entregues à Cruz Vermelha para que ela possa fazer o transporte. Nosso posto de coleta é na sede da Associação, das 14h às 17h”, diz o ator Uimar Júnior.

Moradores, emocionados, recebem as doações feitas por pessoas de todo o BrasilMoradores, emocionados, recebem as doações feitas por pessoas de todo o Brasil. Foto: Bruna Pessoa

Mobilização

Tuntum é uma das cidades mais atingidas pela enchente desde que o rio que leva o nome da cidade transbordou. Por isso, muitas campanhas estão direcionadas para a cidade, mas moradores de outros municípios afetados pelas inundações também serão beneficiados com as doações.

A campanha SOS para Tuntum: O Rugby está com vocês! prossegue até quinta-feira, 19, organizada pelos clubes de rugby de São Luís para arrecadar alimentos e materiais de higiene. Os donativos podem ser entregues em quatro pontos de coleta de donativos: no restaurante Parada Obrigatória (Ponta d’Areia), na casa de Shows Tom Music (Avenida São Luís Rei de França), nas academias Fitness Club e Personal Group (Avenida dos Holandeses) e nos locais de treino dos cinco clubes que organizaram a iniciativa.

Mais ajuda

Em São Luís, a filial maranhense da Cruz Vermelha Brasileira está arrecadando donativos. As doações devem ser feitas na Avenida Getúlio Vargas, 47, Monte Castelo, São Luís. Informações podem ser obtidas no 3249-9712.

Um grupo de ex-estudantes e amigos ligados à música também está arrecadando donativos para as vítimas das chuvas. O ‘S.O.S Tuntum’ está arrecadando roupas, remédios, cobertores, alimentos não perecíveis e outras doações para a cidade. As doações podem ser entregues no bar Parada Obrigatória (Ponta d’Areia); Tom Music (Av. São Luís Rei de França, Turu); e na Onda Lava Jato (Av. Mário Andreazza, Turu). Segundo Indira Moura, que faz parte do grupo, se a pessoa não conseguir levar os donativos até os pontos de entrega, basta reunir em casa o que deseja doar que o grupo irá buscar.

No Tribunal de Justiça do Maranhão as doações também continuam. A entrega pode ser feita na sede do órgão, na Praça Pedro II (Centro), das 8h às 18h, e no Fórum Desembargador Sarney Costa (Calhau), na Biblioteca. Na manhã de ontem já foram transportados mais de uma tonelada de donativos.

O Grupo Potiguar colocou as suas lojas como ponto de coleta, e inclusive vai transportar os produtos até Tuntum. Já foram arrecadados até ontem cerca de 10 mil Kg de doações. A segunda e última entrega será no próximo dia 23 e a campanha será até o dia 21 de abril.

Igrejas, paróquias e comunidades também se uniram. No Santuário de Nossa Senhora da Conceição (Monte Castelo), não param de chegar doações. A igreja e a São Vicente de Paulo se juntaram nessa campanha e já arrecadaram roupas adulto e infantil, cobertores material de limpeza, entre outros itens. “Sabemos que são muitas famílias que precisam, mas com a união de todos, paróquias, faculdades, grupos sociais tudo está dando certo. A campanha não para, temos várias paróquias que estão juntos nessa campanha”, diz Camila Moreira.

Foto: Bruna Pessoa

“A cidade está voltando ao normal”

O jornalista Marks Alves, morador de Tuntum, me contou qual o sentimento da cidade hoje. A cidade está há 4 dias sem chuva forte, e os moradores se organizaram em mutirões para fazer a limpeza das ruas. Ele que acompanhou tudo desde o dia da tragédia, diz que a cidade está aos poucos voltando ao “normal”.

“Acompanhei tudo. No dia do ocorrido, até as seis horas da manhã, a água estava na cintura, quando de repente veio uma tromba d’agua e as pessoas não puderam fazer nada, a não ser correr. Mas tivemos uma lição, vimos que o ser humano ainda tem muito amor ao próximo, a cidade inteira se mobilizou para ajudar. Eu como tuntuense fico triste de ver as pessoas e a cidade assim, mas feliz ao mesmo tempo de poder ajudar e ver que outras pessoas estão ajudando. As famílias estão recebendo doações do Brasil todo”, diz.

Os bairros mais afetados pela enchente do rio foram Residencial Ana Izabel, Vila Luizão, Mil Reis e Via Mato. No Ana Izabel, que fica ao lado do rio, das 300 casas, apenas 8 não foram atingidas. Na Vila Luizão, 40 casas; no bairro Mil Reis, 40; Vila Mato, 35; e no Centro, cerca de 20 casas, segundo informação do jornalista.

Foram cenas muito fortes. Teve gente que perdeu tudo, e não consegue nem voltar ao seu bairro ainda. Teve muita gente que surtou, que ficou traumatizada. Tem pessoas que estão tendo acompanhamento médico. Enfim, o clima está dividido entre tristeza e o sentimento de gratidão. Mas a cidade está voltando ao normal e a população se uniu muito para ajudar uns aos outros”, conta Marks Alves.

Tuntum em Ação

Formado por jovens voluntários de São Luís, Dom Pedro, Presidente Dutra, Barra do Corda e Teresina, o grupo é responsável por recolher os donativos para os necessitados de Tuntum. Bruna Pessoa, uma das voluntárias de Tuntum, e o grupo Encontro de Jovens com Cristo são responsáveis por fazer a distribuição. “Já entregamos várias coisas desde o dia da enchente, como alimentos, roupas… As cestas básicas começamos a entregar agora porque as pessoas não tinham nem onde botar em suas casas. Mas elas precisam também de remédio e de uma ação do governo para tirar documentos, pois perderam tudo”, diz a voluntária.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS