Feminicídio

De Pedrinhas, preso manda matar ex-namorada por ciúmes

De acordo com as investigações, o atual namorado de Ellen foi executado, pela mesma dupla, no dia 10 de setembro. 20 dias depois, Ellen desapareceu.

A Polícia Civil do Maranhão prendeu temporariamente, hoje, 06, dois homens acusados do crime de Homicídio triplamente qualificado e ocultação de cadáver. Segundo informações da Superintendência De Homicídios e Proteção à Pessoa, Ezequiel Rabelo e Eleson Castro executaram Ellen Silva dos Santos, no bairro Iguaíba, em Paço do Lumiar, no mês de setembro. O homicídio foi encomendado por Adenilson Ramos, ex-namorado da vítima, que está preso e por saber que Ellen havia iniciado um outro relacionamento, decidiu matá-la.

De acordo com as investigações, o atual namorado de Ellen foi executado, pela mesma dupla, no dia 10 de setembro. 20 dias depois, Ellen desapareceu.

“Como nós já sabíamos que o homicídio do John Marley [namorado de Ellen] havia sido encomendada por Adenilson Ramos [preso]. O desaparecimento de Ellen logo seguiu a mesma linha”, disse o delegado Marcos Affonso, responsável pelo caso.

As investigações indicam que os acusados são os autores dos dois homicídios, tanto de Ellen quanto do seu namorado. Todos a mando de Adenilson Ramos, de dentro da penitenciária de Pedrinhas. Ele também está preso por homicídio.

Na acareação, Ezequiel e Eleson, os autores do crime, disseram que desovaram o corpo de Ellen em um lixão na área da Vila do Povo, em Paço do Lumiar.

O corpo ainda não foi encontrado. A dupla foi encaminhada ao Centro de Triagem em Pedrinhas.

MOSTRAR MAIS