CONSTANTE

Gasolina subiu 19,42% em seis meses

Apesar de o estado ter o preço da gasolina mais barato do país, nos últimos seis meses, observou-se o aumento progressivo, que somente em São Luís alcançou 19,42%. Em julho era possível encontrar o produto a R$ 3,09

Reprodução

Dados divulgados pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) mostram que o preço médio da gasolina nos postos do país subiu pela 13ª semana consecutiva. O valor médio do litro pago para o consumidor passou de R$ 4,194 para R$ 4,198.

A elevação de 0,1% reflete uma alta observada em 13 estados: Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, São Paulo e Sergipe. No Amazonas, o preço médio se manteve estável. Nos demais estados e no Distrito Federal, houve queda.

Entre os estados da Federação, o Maranhão é o que apresenta o menor valor médio cobrado pelo litro da gasolina, a R$ 3,87. O Acre é que apresenta o maior preço médio, a R$ 3,71.

No entanto, no Maranhão ainda há que considere o preço salgado. Há pouco mais de seis meses era possível encontrar gasolina comum em postos da capital a R$ 3,09. Na matéria publicada na edição de 17/7/17, a reportagem de O Imparcial percorreu diversos postos de combustíveis, quando ainda era possível achar o produto por até R$ 3,08, o litro.

Hoje, o menor preço é observado a R$ 3,69, representando um reajuste de 19,42% em seis meses. De lá para cá, o consumidor tem sentido no bolso o impacto dos reajustes progressivos. No interior do estado, o preço ficou ainda mais acentuado, podendo chegar a R$ 4,36 no município de Balsas.

Para muitos consumidores, os constantes reajustes preocupam na hora de administrar o orçamento. “É incrível. Em dezembro, ainda consegui abastecer com a gasolina a R$ 3,46 e eu já achava caro. Hoje, você percorre os postos e não consegue encontrar por menos de R$ 3,69. Aumenta todos os meses”, desabafa Francisco Jorge Campos, 39 anos, autônomo.

Pesquisa ANP

O mais recente levantamento realizado pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), entre os dias 21 e 27 de janeiro, mostra que a média de preço cobrado no estado para a gasolina ficou a R$ 3,87. Entre os 121 postos pesquisados, o menor preço ficou a 3,69 e maior valor cobrado ficou a 4,36.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS