big day

BBB22: confira a lista dos primeiros participantes da nova edição do reality

O anúncio dos participantes foi durante toda a sexta-feira (14).

Confira a listagem dos participantes do 'BBB22'. (Foto: Reprodução/Globo)

Parece que ontem Juliette chorava ao fim do discurso de Tiago Leifert ao descobrir que era a campeã do BBB21, mas o tempo passou rápido e nesta sexta-feira (14/1) já ocorre o primeiro evento do BBB22. Trata-se da divulgação dos participantes. Finalmente as listas cheias de especulações das redes sociais e blogs de fofoca vão ter um fim, e a partir de agora é tudo “oficial”.

Confira a lista dos participantes do BBB22

  • PIPOCA

Laís

Laís, Pipoca

Natural de Crixás, em Goiás, Laís é médica e tem 30 anos. Atua em clínica geral, atualmente na linha de frente contra a Covid-19, e está terminando especialização em dermatologia. Trabalha como plantonista em um hospital e diz que a pandemia foi o período mais difícil de sua vida.

Teve uma infância típica de interior, brincando na roça, subindo em árvores. É apaixonada por animais e já adotou toda espécie de bichos. Deixou a cidade natal aos 14 anos para cursar o ensino médio em Goiânia. Mais tarde, foi para João Pessoa para fazer faculdade de medicina. Depois de formada voltou para Crixás, onde mora com a família.

Descreve-se como uma pessoa divertida e intuitiva. Conta que, por vezes, já foi julgada como metida em função da aparência, o que nega ser. Diz ser rancorosa e odiar injustiças e mentiras: “Sou escorpiana. Eu me jogo de cabeça em tudo, não entro para perder”, revela sobre o jeito intenso. Entrega que faz amizade com todo mundo, mas tem a língua afiada: “Tudo vira fofoca na minha vida, sou do interior, adoro falar da vida dos outros”. Solteira e chegada a uma festa, diz que está curtindo a fase sem se apegar. No entanto, não descarta a possibilidade de se apaixonar no reality.

No Big Brother Brasil, Laís quer o prêmio para investir na carreira, comprar uma fazenda e ajudar os animais de rua. “Quero atingir o crescimento pessoal e profissional. Por onde passo deixo uma marca muito grande. Vou entrar para sair com R$ 1,5 milhão na conta.” 

Luciano 

Luciano, Pipoca

Luciano é nascido e criado em Florianópolis, em Santa Catarina, tem 28 anos e é ator e bailarino. Na infância, passada na periferia de sua cidade, com apenas 5 anos e na contramão dos seus irmãos, que sempre viveram a cultura do hip hop, ingressou na aula de balé clássico. Já adulto, cursou atuação e começou a trabalhar como modelo.

Atualmente interpreta o personagem Lipe no canal de YouTube Gato Galactico. Conta que sua veia artística sempre foi muito incentivada pela mãe, que o criou sozinha, e que adora ser o centro das atenções. Já viveu um relacionamento não-monogâmico durante oito anos e, atualmente, entra na casa comprometido.

Nas horas vagas, gosta muito de dançar e de preparar para os amigos alguns dos drinks que aprendeu quando trabalhou como barman, o que elege como um ponto a seu favor no BBB. Acredita que pode ter um bom relacionamento com os demais confinados por ser bastante desenvolto, persuasivo e convincente. “Consigo ganhar a pessoa ajudando ela”, explica. Por outro lado, vê dificuldade em identificar a maldade nas atitudes de pessoas ao seu redor. Nas brigas, opta pelo perfil apaziguador, buscando sempre ouvir os dois lados da história.

Big Brother Brasil, para Luciano, além de uma experiência única, é uma grande oportunidade de atingir uma das suas ambições: “Ser rico e famoso a ponto de não conseguir andar em um shopping”, brinca.

Jessilane

Jessilane, Pipoca

A professora de Biologia Jessilane, de 26 anos, é natural da Bahia, mas mora em Valparaíso de Goiás, em Goiás, desde os primeiros dias de vida. Sempre teve o desejo de ajudar nas contas de casa e, por isso, seu primeiro trabalho de carteira assinada foi aos 14 anos. Nunca deixou de lado os estudos.

Já formada, aprendeu Libras para poder lecionar para alunos surdos e, atualmente, é pós-graduada na linguagem de sinais e estuda para ser intérprete. Para completar a renda, dá aulas como professora particular e, nos fins de semana, ajuda a mãe em um salão de beleza. Tem muito orgulho da carreira acadêmica que trilhou.

Jessilane se considera brincalhona, mas sabe ser firme quando necessário. Conta que costuma ficar mais próxima das pessoas que acabou de conhecer do que os próprios amigos que as apresentaram, e que todos a classificam como “inimiga do fim”. Adora balada. Pretende se jogar de cabeça na experiência do BBB: “Quero tudo, menos sair do programa como planta”. Diz que, apesar de evitar discussões, desce do salto quando bate de frente com alguma atitude preconceituosa.

No Big Brother Brasil, entre os muitos sonhos que Jessilane pretende realizar, está o de conseguir comprar um salão de beleza para a mãe, depois da participação no reality.

Eliezer

Eliezer, Pipoca

Eliezer, tem 31 anos e é de Volta Redonda, no Rio de Janeiro. Designer de formação, há dez anos é sócio de uma agência de Marketing e Branding. Começou a trabalhar auxiliando o pai em uma lanchonete, aos 14 anos.

Depois, conseguiu um estágio em uma revista pela qual passou por todas as áreas, incluindo diagramação e edição de fotos. Aos 18 anos, já tinha sua independência financeira. Depois da faculdade, buscando o sonho de publicar um artigo internacional, foi para a Europa pela primeira vez e, nessa época, descobriu que amava viajar.

Cultiva o espírito aventureiro e adora estar em contato com a natureza e visitar lugares exóticos. Também gosta muito de cozinhar. Diz que tem opinião forte e que é muito leal às pessoas que ama. No BBB, vai buscar exercitar a paciência para manter a boa convivência em grupo. “Para colar comigo tem que ser louco”, avisa ele, que já viveu experiências inusitadas como ficar à deriva no mar da Ásia e ser atacado por macacos na Tailândia. Acredita que o BBB é um jogo sobre caráter e que a injustiça pode ser um problema no confinamento.

Com os frutos do Big Brother Brasil, Eliezer quer retribuir a avó tudo o que fez por ele. E adianta ter muita garra para alcançar seus objetivos.

Eslovênia

Eslovênia, Pipoca

Eslovênia tem 25 anos, é nascida em João Pessoa, na Paraíba, mas mora em Caruaru, Pernambuco. Diz que o pai se inspirou na divisão da Iugoslávia ao escolher seu nome. Em sua casa, é conhecida como Duda. Estudante de Marketing, atualmente trabalha com influenciadora digital e fala sobre moda, beleza e lifestyle, mas chegou a cursar a faculdade de Física – era a única mulher da turma – e quase se formou.

Mora com os pais e é muito grata pela educação que recebeu. Interrompeu a graduação quando venceu o Miss Pernambuco em 2018 e passou a vislumbrar uma nova carreira, voltada para a internet. No mesmo ano, participou do Miss Brasil e ganhou o título de melhor oratória do concurso.

Diz que tem personalidade forte e sangue quente, e conta que é brigona quando necessário, além de teimosa e justiceira. Solteira, diz que não falta opção, mas, sim, qualidade. Afirma ser muito competitiva e diz que vai correr atrás do prêmio. “Tenho até vergonha de falar o quanto sou competitiva. Batalhei por tudo sozinha na vida. Crio objetivos e vou atrás deles. Mas eu sei que o que vai definir se mereço R$ 1,5 milhão são minhas atitudes”. Acrescenta que é calculista e cria estratégias para tudo, mas, ao mesmo tempo, é sentimental. “Essa falta de equilíbrio me faz ser quem sou”, revela.

Para ela, o Big Brother Brasil será uma diversão; quer dançar e paquerar. No jogo de convivência, acredita que as muitas versões de si são um trunfo.

Próxima »1 / 4
VER COMENTÁRIOS
Esportes
Entretenimento e Cultura
Concursos e Emprego
Polícia
Mais Notícias