GENUINAMENTE MARANHENSE

7 empreendimentos que são a cara do Maranhão

Partindo de pontos diferentes, essas pessoas se destacam pela inovação e seguem trabalhando em negócios que crescem cada vez mais, oferecendo mais que seus produtos

Sorvetecoco

Reprodução

Também surgindo de um incômodo e necessidade de valorização do Maranhão e seus produtos típicos, a Sorvetecoco propõe-se a resgatar as memórias de infância de muitos maranhenses: o moço passando, levando o caixote em um dos ombros e gritando: “sorvete de coco!”.

A ideia surgiu quando o advogado Livio Estrela estava no Rio de Janeiro e uma tia pediu por um sorvete que era vendido somente no Maranhão. Ele notou, então, que além de popular ao paladar tanto dos maranhenses como de pessoas que não moram no estado, o sorvete de coco é único e  faz parte da cultura maranhense.

“A partir disso eu tive um estalo. Esse é um produto regional, tradicional. Um símbolo de São Luís. A forma como é vendido esse sorvete, só tem aqui. No caixote, no ombro, com o sorveteiro levando o produto pelas casas, pelas ruas”, diz ele, afirmando que, a partir daí, ele teve a ideia de criar um modelo de negócios.

Reprodução

Ele passou quatro anos realizando o planejamento e amadurecendo o projeto, buscando reforçar a valorização cultural. Tanto que, em 2016, a inauguração foi especialmente selecionada para acontecer na data alusiva à fundação de São Luís, 8 de setembro. A proposta é oferecer a experiência genuína: na loja, o sorvete é servido com colher de inox e o cliente pode pedir para comprar o tradicional caixote com as casquinhas. “Propomos que o cliente tenha a experiência de servir o sorvete em casa, de relembrar momentos da infância”, diz Livio, explicando que o combo do caixote tem a durabilidade de até 5 horas de viagem e pode ser levado como bagagem de mão em voos nacionais.

Atualmente, a SorveteCoco disponibiliza o atendimento em loja (na Vila Premier, Ponta d’Areia), vendendo a casquinha individual tradicional e combos maiores, com embalagens de 1L e 2L, sendo que estes últimos também podem ser solicitados para delivery. Além do coco, o sorvete também é produzido sazonalmente no sabor maracujá. Também é possível pedir bacuri e cupuaçu, sob encomenda. O cliente compra que compra o caixote pode levá-lo, comprando posteriormente apenas o refil.

Sobre o seu desejo de ver sua terra valorizada, Livio comenta feliz que está percebendo mudanças positivas nesse sentido. “Eu tenho observado uma mudança nesse aspecto: os ludovicenses estão começando a valorizar o que é daqui. Nós estamos pertencendo à nossa cultura”. Ele diz também que, além do público local, muitas pessoas de outros estados procuram a empresa, para provar um famoso sorvete.

« Anterior Próxima »3 / 7
VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias