ANO NOVO

Av. Litorânea se prepara para festa de réveillon

Palco principal já está montado e festa contará com tenda eletrônica para 500 pessoas; confira as ruas que estão bloqueadas

Palco principal já está montado (Alan Azevedo / O Imparcial)

A organização do Réveillon De Todos 2019 está concluindo a montagem da estrutura para a virada de ano na Avenida Litorânea, em São Luís. O palco principal está concluído, faltando apenas a passagem de som para os shows da noite. Entre as atrações está a banda Raça Negra.

A estrutura, além de contar com o palco principal, terá uma tenda dedicada à música eletrônica, com capacidade para até 500 pessoas na parte coberta. A reportagem de O Imparcial contou 50 banheiros químicos ao redor dos palcos.

As atrações do palco principal são:

19h – DJ Arsênio Filho

20h30 – Fabrícia e Banda

22h – Argumento

23h30 – Raça Negra

1h – Guto Ximenes com Levada do Teco

2h30 – Gerard Lima

Tenda eletrônica está sendo montada (Alan Azevedo / O Imparcial)

Já na tenda eletrônica, estarão presentes os DJs Paulo Pringles, da Jovem Pan São Paulo, Desert, Ksyfux e Flávio Pastel. À meia-noite está programado o lançamento dos fogos de artifício.

Sobre as ruas que serão bloqueadas, a Rua Vale Rio Pimenta, que dá acesso à lateral do palco principal, será fechada para a organização do evento. O bloqueio na Av. Litorânea para carros começa na altura do quiosque Raízes, a menos de 300 metros do palco.

Maria Pereira, vendedora de coco, compõe o comércio de alimentos das festas de réveillon de São Luís há mais de cinco anos e instalou sua barraquinha ao lado do grande palco. “Cheguei às 8 horas da manhã e vou ficar até às 8h de amanhã”, disse a comerciante. “Em noites assim eu vendo mais de cem cocos. Eu espero que esta festa seja maior que as outras, tem tudo para ser”.

A presença de foodtrucks está garantida: serão ao menos sete opções para o público. “Estimamos vender mais de 70 quilos de batata frita”, conta Rafael Duarte, dono do foodtruck First Fries. “Só estamos com medo da chuva. Espero que chova antes, agora de tarde, para a noite ficar limpa”.

Dona Maria e sua barraquinha de coco, ao lado do palco (Alan Azevedo / O Imparcial)
VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias