DO MARANHÃO

Somente UFMA fica entre as 100 melhores universidades do país

Universidade Federal do Maranhão ocupa 51º lugar no ranking, sendo única Instituição de Ensino Superior do Maranhão que está entre as melhores universidades do Brasil

Campus da Universidade Federal do Maranhão no Bacanga, em São Luís. (Foto: Reprodução)

Dentre as 197 universidades pesquisadas pelo Ranking das Universidades da Folha (RUF) divulgado na segunda-feira (7), a Universidade Federal do Maranhão (UFMA) ficou no 51º lugar.

Uniceuma e Uema (Universidade Estadual do Maranhão) aparecem em 153º e 157º lugar, respectivamente.

Em comparação com o ranking de 2018, a UFMA subiu 7 pontos no ranking neste ano de 2019, enquanto que Uniceuma subiu 3 pontos e Uema 4.  Dentre as melhores universidades do Nordeste, a UFMA aparece em 9º no ranking. A primeira da região é Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), que ocupa ainda a décima posição no ranking geral.

As universidades brasileiras que lideram o ranking são de São Paulo: USP e Unicamp. Ainda segundo o estudo, as melhores do país seguem concentradas nas regiões Sudeste e Sul.

O RUF (Ranking Universitário Folha) é uma avaliação anual do ensino superior do Brasil feita pela Folha desde 2012. No ranking de universidades estão classificadas as 196 universidades brasileiras, públicas e privadas, a partir de cinco indicadores: pesquisa, internacionalização, inovação, ensino e mercado.

Os dados que compõem os indicadores de avaliação do RUF são coletados pela Folha nas bases do Censo da Educação Superior Superior do Inep-MEC, Enade, SciELO, Web of Science, Inpi, Capes, CNPq, fundações estaduais de fomento à ciência e em duas pesquisas anuais feitas pelo Datafolha.

Indicadores

Quanto aos indicadores pesquisa, internacionalização, inovação, ensino e mercado. A UFMA fica à frente da Uema e Uniceuma em três deles. Somente no quesito internacionalização, a Uniceuma fica à frente. Na questão Ensino, a UFMA fica em 65º, no ano passado ocupa a 73ª posição no ranking. Uniceuma está no 169º lugar e Uema, 174º. Em 2018, essas duas últimas instituições estava em 148º e 164º lugares, respectivamente, tendo portanto, caído no ranking.

No quesito Pesquisa, UFMA, Uniceuma e Uema ficaram com 58º, 151º e 153º lugares.

No indicador Internacionalização, Uniceuma aparece pela primeira vez à frente das universidades públicas do estado, com o  81º lugar; UFMA e Uema vem em  89º e 180º lugares, respectivamente.

No fator mercado, UFMA aparece em 56º lugar, Uema e Uniceuma vem em seguida com 78º e 88º lugares no ranking.

Quando se fala em inovação, mais uma vez a UFMA está na frente no 54º lugar. Uniceuma vem no 121º lugar e Uema no 123º.

11 cursos da UFMA foram avaliados em 2019

Recentemente, a UFMA divulgou relatório da Procuradoria Institucional, em que do  total de 11 cursos avaliados em 2019, a UFMA obteve, em uma escala de 1 a 5 nas avaliações realizadas pelo Ministério da Educação (MEC), três notas máximas, sete notas 4, (ambas com padrão de excelência) e  uma nota 3 que atesta a regularidade do curso. A avaliação considera três parâmetros para a atribuição da nota: a organização didático-pedagógica, o corpo docente e a infraestrutura do curso. Na ocasião, a instituição recebe uma comissão externa de professores que vão acompanhar as três dimensões citadas, por meio do acesso a documentações do curso, reunião com professores e alunos e acompanhamento da estrutura.

A pró-reitora de Ensino, Dourivan Câmara, destacou que o resultado obtido é fruto de uma série de fatores e trabalhos que a Universidade tem desenvolvido ao longo dos anos. A reitora Nair Portela enfatizou que, apesar das dificuldades que a Universidade vem enfrentando, a Instituição se tornou ainda mais relevante e reconhecida nos últimos 4 anos. “O capital humano, a força de trabalho dos docentes, técnicos e estudantes que constituem a UFMA é crucial para gerar uma educação qualificada. Uma Universidade forte no ensino, na pesquisa e na extensão só é possível por meio do planejamento estratégico, do engajamento de vários atores e do trabalho colaborativo, sempre focado na excelência dos resultados e na transformação social que a educação, por meio das graduações, pode produzir”.

Universidades maranhenses

  • 51º       Universidade Federal do Maranhão  (UFMA)
  • 153º     Universidade do Ceuma  (Uniceuma)
  • 157º     Universidade Estadual do Maranhão  (Uema)
  • As melhores universidades 
  • 1º         USP Universidade de São Paulo
  • 2º         UNICAMP Universidade Estadual de Campinas
  • 3º         UFRJ Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • 4º         UFMG Universidade Federal de Minas Gerais
  • 5º         UFRGS Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • 6º         UNESP Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho
  • 7º         UFSC Universidade Federal de Santa Catarina
  • 8º         UFPR Universidade Federal do Paraná
  • 9º         UNB Universidade de Brasília
  • 10º       UFPE Universidade Federal de Pernambuco

As 10 melhores do Nordeste

  • 1º         Universidade Federal de Pernambuco (PE)
  • 2º         Universidade Federal do Ceará (CE)
  • 3º         Universidade Federal da Bahia (BA)
  • 4º         Universidade Federal do Rio Grande do Norte (RN)
  • 5º         Universidade Federal da Paraíba (PB)
  • 6º         Universidade Federal de Sergipe (SE)
  • 7º         Universidade Federal de Campina Grande (PB)
  • 8º         Universidade Federal de Alagoas (AL)
  • 9º         Universidade Federal do Maranhão (MA)
  • 10º       Universidade Federal do Piauí (PI)
VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias