CHUVA

Mais três cidades do Maranhão em estado de emergência

Declaração seria feita oficialmente ontem à tarde. Os municípios de Pinheiro, Pindaré e Timon devem se juntar aos 13 que pediram atenção especial do governo do Maranhão

Reprodução

A chuva deu uma trégua no último fim de semana, nos municípios maranhenses que foram mais afetados pelo aumento do volume pluviométrico, fazendo transbordar rios e riachos.

Com isso, continua o trabalho da Defesa Civil Estadual e Corpo de Bombeiros na remoção das famílias atingidas pelas cheias, principalmente do município de Imperatriz, onde, segundo dados oficiais, 2.500 famílias foram atingidas.

Segundo o capitão Lisboa, do Corpo de Bombeiros do Maranhão, até o fim da tarde de ontem (8), mais três municípios decretariam estado de emergência, somando-se aos 13 já declarados oficialmente.

São os casos de Pinheiro, Pindaré e Timon. No caso da cidade de Imperatriz, cujo anúncio foi feito na sexta-feira pelo prefeito Assis Ramos (DEM), segundo o Corpo de Bombeiros, ainda não havia chegado nenhuma comunicação à instituição. O prefeito da cidade decretou Situação de Emergência depois que, com a chuva intensa, os riachos transbordaram, inundando várias ruas. “Deve se confirmar esse pedido das três cidades, devido ao alto índice pluviométrico, ocasionando transbordamento de rios e riachos. Neste fim de semana felizmente as chuvas diminuíram, o que facilitou o nosso trabalho porque os níveis dos rios baixaram”, informa o capitão. O Rio Mearim, por exemplo, baixou o nível em 30cm de domingo para segunda-feira.

Os municípios de Timon, Pinheiro e Pindaré também devem decretar o estado de emergência pelo risco de transbordamento de seus rios, segundo o capitão Lisboa. Até o momento da entrevista, 422 famílias estão desalojadas e 1.016 desabrigadas. Na última sexta-feira, mais de 100 mil pessoas já havia sido afetadas pelas cheias no Maranhão.

Os maiores danos causados pelas chuvas estão nas cidades ribeirinhas, que alagam quando os rios transbordam. Os municípios que já decretaram situação de emergência são Imperatriz (falta oficializar), Santa Helena, Boa Vista do Gurupi, Alto Alegre do Pindaré, Santo Amaro, Itaipava do Grajaú, Barão de Grajaú, Nina Rodrigues, Sítio Novo, Icatu, Paço do Lumiar, São José de Ribamar, Araioses e Formosa da Serra Negra. Timon, Pinheiro e Pindaré estavam prestes a confirmar o pedido.

Equipes do Governo do Maranhão atuam em diversos pontos do Estado promovendo trabalho de emergência e prevenção. Famílias em regiões sob ameaça de enchente ou desabamento estão sendo encaminhadas para abrigos com apoio do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil. Até o momento, 13 municípios maranhenses decretaram situação de emergência.

VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias