MORTE PELO PODER

Vice é preso acusado de matar prefeito de Davinópolis, no interior do Maranhão

Sobe para oito o número de suspeitos presos pelo assassinato do ex-prefeito Ivanildo Paiva; vice é acusado de matar o prefeito para assumir o poder de cidade do interior do Maranhão

Foi preso nas primeiras horas da manhã desta segunda-feira, 31, o atual prefeito de  Davinópolis, Rubem Lava Jato. Ele é suspeito de ser um dos mandantes do assassinato do do prefeito da cidade, Ivanildo Paiva, crime que ocorreu em novembro.

Rubem assumiu o cargo de prefeito no dia 13 de novembro.  O filho de Firmo também foi preso hoje na mesma operação. Sobe para oito, o número de suspeitos presos pelo assassinato de Ivanildo Paiva.

Foram presos até o momento, Antônio José Messias, acusando de ser um dos mandantes do crime; Francisco de Assis Bezerra Soares, policial militar no Pará; Willame Nascimento da Silva, policial militar do Maranhão, lotado em Grajaú; Jean Dearlen dos Santos, apontado como pistoleiro, Douglas da Silva Barbosa e José Denilton Guimarães, conhecido como “Boca Rica”, mecânico.

Relembre o caso

O prefeito de Davinópolis, Ivanildo Paiva, foi assassinado no dia 11 de novembro, na zona rural de Davinópolis. As primeiras informações davam conta que Ivanildo teria sido assassinado dentro de sua propriedade, mas o seu corpo foi achado fora de sua chácara, local que o prefeito teria se deslocado ainda no sábado (10). Um segurança também foi assassinado junto com Ivanildo.

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS