TRABALHADOR

Custo da cesta em São Luís comprometeu 36,92% do salário

A capital maranhense apresentou o segundo menor valor para a cesta entre os 18 pesquisados pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos

Foto: Divulgação

Em setembro, comprar os alimentos básicos em São Luís custou R$ 324,04, valor 1,63% menor se comparado ao mês de agosto. O município apresentou o segundo menor valor para a cesta entre os 18 pesquisados pelo DIEESE. Em 12 meses, a variação anual foi de -4,24% e, nos primeiros nove meses de 2018, de -3,02%.

Entre agosto e setembro de 2018, o valor médio de dez produtos teve redução: farinha de mandioca (-6,99%), banana (-5,37%), açúcar refinado (-4,12%), leite integral (-3,51%), tomate (-2,48%), café em pó (-2,46%), manteiga (-1,72%), óleo de soja (-0,83%), pão francês (-0,72%) e feijão carioquinha (-0,25%). Os demais itens tiveram aumento no preço médio: arroz agulhinha (3,41%) e carne bovina de primeira (0,58%).

Em 12 meses, quatro produtos tiveram alta acumulada: leite integral (26,07%), carne bovina de primeira (3,60%), óleo de soja (3,15%) e arroz agulhinha (1,39%). Os outros oito itens apresentaram redução: feijão carioquinha (-24,11%), tomate (-21,43%), farinha de mandioca (-15,67%), açúcar refinado (-14,34%), café em pó (-10,21%), manteiga (-6,99%), banana (-5,74%) e pão francês (-0,96%).

No mês passado, o valor da cesta básica em São Luís comprometeu 36,92% do salário mínimo líquido (após os descontos previdenciários). Em agosto, o percentual exigido era de 37,53% e, em setembro de 2017, de 39,25%.

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS