TV IMPARCIAL

Lixão irregular se forma na região do Anel Viário

Cinco meses após a derrubada de pontos comerciais no Anel Viário, a equipe de reportagem foi ao local e constatou a formação de um grande depósito de lixo no espaço. Para o local era prometido uma praça, que nunca saiu do papel

Quase duas centenas. Esse é, aproximadamente, o número de urubus que vivem na área do Anel Viário. Com as asas abertas, eles recebem quem passa pela região mais movimentada da cidade. Como guardiões, protegem as montanhas de lixo e entulho que crescem a cada dia próximo a passarela do samba.

Planilhas de empresa, restos de construções, madeira, vaso sanitário. Tudo isso, faz parte da lista de materiais deixados diariamente no espaço. Perdidos pelo mato que cresce em volta, passam quase despercebido pelas pessoas que transitam no local. Para servidora pública, Sofia Tavares, o cenário é triste. “Isso é um vetor de doenças”, afirmou.

Próxima »1 / 4
VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS