EM ALERTA!

Chuvas castigam o Maranhão nos primeiros dias de Abril

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) emitiu aviso de atenção do risco moderado para ocorrência de fenômeno meteorológico adverso durante os próximos dias

Foto: Karlos Geromy

A última semana foi de temporais que chegaram sem aviso em todo o estado. As fortes chuvas causaram grandes transtornos em municípios como de Marajá do Sena, a 394 km de São Luís, que ficou completamente alagado após temporais e 114 famílias ficaram desabrigadas. Em São Luís, além dos alagamentos, teve muita gente que saiu de casa ao raiar do sol e chegou completamente encharcado com o “toró” que caiu de repente no meio do dia.

Quem deseja se prevenir para não ter uma surpresa molhada durante esta semana é bom deixar a capa de chuva e o guarda-chuva na porta de casa para não esquecer ao sair. É que esta semana promete ser de períodos nublados que podem causar fortes chuvas, assim como já vem acontecendo nos últimos dias.

Isso acontece porque a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) atua com força na costa norte do Nordeste e ajuda a espalhar nuvens carregadas de chuva. Com isso, existem muitas áreas de instabilidade, especialmente no litoral do Nordeste. São Luís, por estar exatamente nesta posição, no litoral do continente, provavelmente será afetado pelos temporais.

Chuva, pra que te quero

Na capital, desde os meses de fevereiro e março, as fortes chuvas têm causado grandes problemas, especialmente para moradores de áreas de risco, com grande probabilidade de alagamento e para os motoristas que ficaram ilhados em vários pontos da cidade. Em fevereiro, alguns motoristas tiveram prejuízos quando seus carros foram quase carregados pelo aguaceiro que inundou a área do Mercado Central, na região do centro de São Luís. Na semana passada, outro temporal gerou transtornos e alagamentos na região da Cidade Olímpica. Em redes sociais, moradores relataram que casas foram invadidas pela água durante a chuva forte. Na cidade de Chapadinha foram registrados aproximadamente 18,0 mm em uma hora de chuva na semana passada.

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) emitiu aviso de atenção do risco moderado para ocorrência de fenômeno meteorológico adverso durante os próximos dias. O alerta é para ocorrência de pancadas de chuva, que localmente serão de forte intensidade, com descargas elétricas, rajadas de vento e ocasionais acumulados expressivos de precipitação.

Por conta dos alagamentos que prejudicaram diversas famílias no estado, a Defesa Civil, entre outros demais órgãos estaduais, e a União iniciaram uma força-tarefa de resgate e ajuda às vítimas. As equipes se instalaram nos locais afetados onde prestam assistências às famílias, orientando os agentes municipais e monitorando as chuvas que podem cair nos próximos dias.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS