Zé Doca

Polícia prende chefes de quadrilha especializada em fraudes

Os suspeitos eram especializados em fraudes bancárias com a utilização de clonagem de cartões e tinham como principais alvos pessoas de alto padrão financeiro

Reprodução

Na manhã de ontem, 7, a Polícia Civil do Maranhão, por intermédio da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), prendeu dois suspeitos de integrarem uma organização criminosa especializada em fraudes bancárias com utilização de clonagem de cartões.

Orlício Ahnert de Almeida, de 32 anos, e Fábio Brito Feitosa, 31 anos, residentes do município de Zé Doca, tinham como principais vítimas pessoas de alto padrão financeiro. Com os cartões de crédito clonados, o principal objetivo era a compra de veículos.

A polícia já vinha investigando os bandidos desde agosto de 2017, durante uma operação que prendeu quatro comparsas, aliciados por Orcílio, que serviam como ‘laranjas’ na compra dos carros.

Ainda durante as investigações foi possível identificar os dois eram os cabeças da organização criminosa que vinha atuando na região. Além disso, foi descoberto que Orcílio utilizava nome falso de Orcílio Soares dos Santos Filho na prática de diversos outros crimes, entre eles ocultação de bens.

Foram apreendidos na operação aparelhos celulares, microchips utilizados nas fraudes e um veículo.

Orcílio foi autuado pelo crime de Corrupção Ativa, pois tentou subornar a equipe da Polícia Civil com cerca de R$40 mil. Os mandados de prisão foram expedidos pela 6ª vara criminal da comarca de São Luís. A Dupla foi recambiada ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas, ficando à disposição do Poder Judiciário.

MOSTRAR MAIS