VIOLÊNCIA

Homicídios caem 37% em São Luís e Região Metropolitana

Os dados são da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP), com base em levantamento comparativo mensal

Foto: Reprodução

Menos homicídios dolosos foram contabilizados na Grande São Luís, em janeiro deste ano, em comparação ao mesmo período do ano passado. Foram 39 casos, o que representa uma diminuição de 37%. Em 2017, os registros apontaram 62 ocorrências deste tipo de crime. Os dados são da Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP), com base em levantamento comparativo mensal.

O delegado-geral de Polícia Civil, Leonardo Diniz, pontua que “a redução se mantém desde o primeiro ano da gestão Flávio Dino, fruto das medidas de reestruturação aplicadas na segurança pública e ação integrada das polícias”.

Os registros mostram que em janeiro de 2014 foram registrados 87 homicídios dolosos e já em janeiro de 2015, ainda no primeiro mês das mudanças para reestruturação do sistema de segurança, este tipo de crime teve 84 registros. No primeiro mês de 2016, a redução foi maior, ocorreram 63 casos.

Ao observar os dados dos Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs), metodologia utilizada pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) para medir os índices de violência, a diminuição também é significativa – 35% menos mortes no primeiro mês deste ano. Foram 65 casos em janeiro de 2017, reduzindo para 42 no mesmo mês deste ano. Os CVLIs incluem os homicídios dolosos, lesão corporal seguida de morte e latrocínio (roubo seguido de morte).

A queda nos casos de homicídios dolosos no Maranhão se deve, ainda, ao planejamento da SSP para os períodos festivos como o carnaval. Este ano, prossegue a ação conjunta entre as forças de Segurança e o monitoramento intensivo dos pontos de ocorrências. “Vamos trabalhar para repetir o mesmo resultado do ano passado, em que tivemos um carnaval sem registros de Crime Violento Letal Intencional (CVLI) nos circuitos oficiais”, reforçou o titular da Delegacia de Homicídios, Lúcio Reis.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS