IMPERATRIZ

Tarifa de ônibus aumenta 15,6% a partir de amanhã em Imperatriz

O aumento também está previsto para São Luís, cujo reajuste foi solicitado pelas empresas de transporte no final do ano passado

Foto: Reprodução

Janeiro começou mais caro para quem mora em Imperatriz e utiliza transporte público na cidade. A partir de amanhã, 6, passagens de ônibus sofrerão reajuste de 15,6%, tendo como base o decreto nº 68, assinado pelo prefeito Francisco Ramos. Passageiros que comprarem crédito de meia passagem ou vale-transporte até a meia-noite de hoje, 5, terão 30 dias para utilizar a passagem ainda no valor antigo.

Segundo a prefeitura, o reajuste anual do serviço tem como objetivo adequar a receita do custo do sistema, garantir a manutenção do salários dos empregados e a renovação da frota que, até 2020, deverá estar totalmente nova e com ar condicionado.

Novos Valores

A nova tarifa cobrada será de R$ 3,50 para o nível 01, Rota Urbana; R$ 6,40, nível 02, Vila Conceição; e de R$ 7,00, nível 03, Petrolina.

Segundo o diretor da Ratrans, Gilson Neto, o sistema de transporte de Imperatriz estava entrando em colapso. “Em 2017, houve uma variação de mais de 30% no óleo diesel e nos derivados do ferro”, relembra Gilson. Para ele, a crise e a falta de atualização tarifária são as principais causas de defasagem de mais de 50% no sistema. “Para que não houvesse um aumento de 50% no valor das passagem, buscamos meios alternativos: implementação de estacionamento rotativo e fiscalização contra transporte clandestino”, afirma.

Para a população esse aumento não veio em boa hora. “Vou ter que gastar mais com transporte. Esse é dos maiores gastos que tenho na vida universitária. Se é ruim pra mim que sou estudante e tenho desconto, imagine para outras pessoas?”, afirma a aluna Jéssica Sousa.

A acadêmica de História da Uemasul e líder de movimentos sociais em Imperatriz, Sara Fontinele, não descarta a possibilidade de passeatas estudantis contra o aumento. “Precisamos de um transporte acessível pra toda a população e que seja um direito social.  A maioria dos ônibus estão sucateados e a frota é muito pequena para atender a população de Imperatriz”, afirma.

Aumento na Capital

“Posso te dizer uma coisa: a passagem também vai aumentar em São Luís. O sistema está entrando em colapso. A diferença é que na capital há uma grande quantidade de pessoas  utilizam o transporte público. Já em Imperatriz, eles usam outras formas de locomoção como motos”, disse categórico Gilson, diretor da empresa que também atende a região metropolitana de São Luís.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS