ATENÇÃO, CONTRIBUINTE!

IPVA tem 10% de desconto para pagamento da cota única

O pagamento do imposto poderá ser feito em cota única ou parcelado em até três vezes. O vencimento varia de acordo com a placa do veículo, com parcelas para fevereiro, março e abril

Foto: Reprodução

Início de ano é sempre um período de muitos gastos, matrícula de escola, material escolar e impostos. Como a cobrança do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), que em São Luís começa em fevereiro. O imposto já vem preocupando quem possui veículos, sendo que a maioria da população não se preveniu para essa situação.

“Vai chegando o fim do ano, as festas, os gastos. Daí começa o ano e já vem matrícula de escola, mensalidade, material e fardamento escolar e quando a gente se espanta, lá vem o IPVA. Mas é algo que não dá para fugir, né? Tem que pagar”, comenta a enfermeira Ana Laura Alencar.

A Secretaria de Estado da Fazenda lançou os valores do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) do exercício de 2018 e divulgou o calendário de pagamento do tributo, conforme a Portaria 591/17. O pagamento do imposto poderá ser feito em cota única ou parcelado em até três vezes.

Quem tem veículo de placas com final 1 e 2 já deve pagar a primeira parcela no dia 5 de fevereiro. Placas 3 e 4, dia 9; placas 5 e 6, dia 16; placas 7 e 8, no dia 23 de fevereiro; e placas 9 e 0, dia 27 de fevereiro.

A consulta dos valores por modelo de veículo já pode ser feita no portal da Sefaz na internet, clicando no menu IPVA e também no site do Detran, no ícone Licenciamento Anual.

O contribuinte que optar pelo pagamento antecipado, em cota única, terá 10% de desconto no valor do IPVA, de acordo com portaria (diferentemente do ano de 2017, cujo desconto foi de 3%). Os proprietários de veículos que optarem pelo parcelamento do IPVA 2018 devem fazer o pagamento de acordo com o final da placa do veículo, com parcelas nos meses de fevereiro, março e abril.

Os débitos relativos ao licenciamento 2018 de veículos automotores deverão ser pagos em qualquer agência do Banco do Brasil, Bradesco e seus correspondentes bancários.

A Sefaz informou que as contas não chegarão pelos Correios neste ano. Basta informar o número do Renavam no caixa da agência. Também é possível realizar a transação por meio de débito em conta corrente e pelo internet banking. Está com dúvidas sobre esse imposto?

Para pagamento no Banco do Brasil, basta informar o número do Renavam para o caixa da agência, o pagamento também pode ser feito por meio de débito em conta corrente, caixa eletrônico ou internet banking, para correntistas. Pagamentos no Banco Bradesco somente com a apresentação do Dare, que pode ser emitido no site da Sefaz ou nas agências de atendimento da Secretaria da Fazenda.

Para saber a situação do seu veículo e do IPVA MA, acesse a página do Detran, no ícone “Licenciamento 2018”. Lá, o contribuinte também pode emitir o Documento de Arrecadação de Receitas Estaduais (Dare) com o valor do IPVA e demais despesas do licenciamento, como taxa do Detran, seguro DPVAT e eventuais multas de trânsito, que podem ser pagas nos estabelecimentos correspondentes do Banco do Brasil.

O pagamento do IPVA pode ser feito de forma parcelada, em três cotas iguais e sucessivas, de acordo com as datas de vencimento. Caso haja atraso no pagamento das referidas cotas, estas poderão ser quitadas com os acréscimos moratórios calculados a partir do vencimento das mesmas.

Orientações de como pagar

O custo desse imposto depende de variáveis, sendo calculado a partir de uma porcentagem do valor de tabela do veículo. Os descontos proporcionados em caso de pagamento à vista faz com que essa seja uma ótima opção de pagamento. Assim, essa despesa deveria ser programada com antecedência – uma vez que é certa que vai ocorrer –, isso proporcionaria não, só o pagamento em cota única como também não comprometeria o orçamento.

Para o presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin), Reinaldo Domingos, “esse planejamento é um dos princípios básicos da educação financeira, ou seja, primeiro se poupa, depois se gasta. Contudo, infelizmente, a maioria das pessoas espera que chegue a conta para então ver como fará para honrar esse compromisso. Fato é que, para quem não pensou nisso antes, está um pouco em cima da hora, porém, antes tarde do que nunca, e esse também pode ser um alerta para que, no ano que vem, não repita o erro. Isto é, já se programe para resolver a causa do problema e não a consequência”, opina.

Uma dúvida muito comum em relação à condição de pagamento do IPVA é o que mais compensa: à vista ou a prazo? Segundo o presidente, é preciso saber em que situação financeira a pessoa se encontra: endividado, equilibrado financeiramente ou investidor. Se for a primeira ou segunda opção, já se sabe que não conseguirá realizar o pagamento inteiro de uma vez, sobrando o caminho do parcelamento.

“Lembrando que se deve evitar ao máximo recorrer a empréstimos, limites do cheque especial ou qualquer outra maneira de crédito do mercado financeiro, pois isso apenas se tornaria uma bola de neve, devido aos juros altíssimos cobrados”, aponta Reinaldo Domingos.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS