ASSISTÊNCIA

Programa de Proteção Familiar acompanhou 600 grávidas em 2017

Para ter acesso ao serviço, o indivíduo ou família deve procurar o Centro de Referência da Assistência Social (Cras) mais próximo de sua residência

A emoção da chegada de um bebê é indescritível. Porém, nesse momento, podem surgir muitas dúvidas tanto para as mães de primeira viagem quanto para as mais experientes. Prestar apoio à futura mamãe é um dos papéis do serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF), executado pela Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social (Semcas) que realizou em 2017 o acompanhamento de aproximadamente 600 gestantes.

As 47 mulheres atendidas pelo Centro de Referência da Assistência Social (Cras) do Bequimão receberam o suporte necessário para o bom desenvolvimento da gestação. Ao longo do ano foram realizadas reuniões quinzenais para promoção de espaços coletivos e de escuta para esclarecimentos sobre o aleitamento materno, direitos da família, benefício da amamentação e direito das gestantes e o acompanhamento do pré-natal.

Ela também participaram de uma ação social com serviços de beleza e saúde e de passeio no Espigão Costeiro com direito a um ensaio fotográfico. A iniciativa teve como objetivo fortalecer o grupo e aumentar a autoestima das futuras mamães.

Raquel Oliveira, 37 anos, mãe de Teo, de quatro meses, afirma que a segunda gestação dela foi muito diferente da primeira, em virtude da atenção recebida. “Na gravidez, a gente fica muito sensível e contar com a equipe do Cras fez toda diferença. Elas de fato se importam conosco. Aprendi muita coisa, mesmo já sendo meu segundo filho e fiz várias amizades. Não me sentia só”, desabafou Raquel.

Além do apoio emocional, as gestantes também receberam um kit de enxoval e alimentos, por meio do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA). Tudo pensado e planejado para que a mãe e o bebê fossem bem assistidos. Entre as 47 gestantes acompanhadas, oito eram adolescentes.

Sanderlene Ribeiro, 28 anos, vendedora, mãe da Ana Catarina, de quatro meses, comemora os vínculos de amizades conquistados. “Eu já tinha ouvido falar do Cras, mas ainda não tinha buscado. Atenção, carinho, respeito tudo isso nós recebemos aqui. Fiz novas amizades tanto com as mães quanto com a equipe. No dia das fotos para o book fotográfico eu confesso que não estava querendo, mas aí elas me convenceram e foi maravilhoso. Pelo Cras também fui inserida no Bolsa Família, pois já tenho outros dois filhos, mas ainda não recebia”, explicou Sanderlene Ribeiro.

A gestora da Semcas Andréia Launde ressalta que a política de assistência social prevê esse amparo integral à primeira infância. “Nós trabalhamos para assegurar o apoio nesse período tão importante da vida da mulher, buscando fortalecer os vínculos familiares, comunitários e o estreitamento dos laços com esse bebê que vai chegar. Dessa forma, seguimos também a orientação do prefeito Edivaldo em proporcionar sempre o melhor para as famílias atendidas”, disse Andréia Lauande.

Atendimento

O serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF) tem caráter continuado e consiste no trabalho social com famílias em situação de vulnerabilidade social. Entre as ações desenvolvidas pelo serviço, estão o fortalecimento dos vínculos familiares e comunitários; a potencialização, protagonismo e a autonomia das famílias e comunidades.

O serviço executa ainda ações de prevenção na ruptura dos vínculos familiares e comunitários, possibilitando a superação de situações de fragilidade social vivenciadas; promove o acesso a benefícios, programas de transferência de renda e serviços socioassistenciais, contribuindo para a inserção das famílias na rede de proteção social de assistência social, entre outros.

Para ter acesso ao serviço, o indivíduo ou família deve procurar o Cras mais próximo de sua residência. No equipamento social a equipe fará uma entrevista e análise familiar para saber em qual perfil se enquadra o atendimento. Em 2017, os 20 Cras do município de São Luis atenderam mais 34 mil famílias e cerca de duas mil são acompanhadas.

VER COMENTÁRIOS
LER MATÉRIA COMPLETA
MOSTRAR MAIS