APRENDIZAGEM

Governo e Ufma capacitam alunos do Colégio Militar dos Bombeiros e da comunidade em língua estrangeira

O curso terá duração de três anos e meio, dividido em módulos. Estão participando estudantes do 6º ano até a 3ª do Ensino Médio

Uma parceria entre o Governo do Estado e a Universidade Federal do Maranhão (Ufma) está possibilitando a oferta de curso de língua estrangeira (inglês) para cerca de 100 pessoas, entre alunos do Colégio Militar ‘2 de Julho’ do Corpo de Bombeiros do Maranhão (CBMMA) e da comunidade.
As aulas iniciaram no último final de semana nas dependências da escola militar (Radional), e estão sendo ministradas por integrantes do Centro de Línguas e Cultura (CLC) da Ufma, aos sábados pela manhã, das 8h às 11h.
A educação é um dos pilares do governo Flávio Dino, que tem investido nas escolas em todo o Maranhão para elevar os indicadores educacionais. O Colégio ‘2 de Julho’ é, hoje, referência na avaliação de ensino-aprendizagem na rede pública, proporcionando aos seus alunos, um ensino de qualidade, baseado nos conceitos de cidadania, disciplina e respeito. “Esse convênio com a Universidade Federal, só vem a somar com a metodologia aplicada em sala de aula, formando jovens mais bem preparados para o futuro”, disse o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Célio Roberto Araújo.
O curso terá duração de três anos e meio, dividido em módulos. Estão participando estudantes do 6º ano até a 3ª série do Ensino Médio, além dos professores e jovens e adultos que residem nos bairros do Radional, Vila Palmeira e Outeiro da Cruz, no entorno da unidade escolar militar.
Conforme a capitã Djaneide Vieira, diretora do Colégio Militar do Corpo de Bombeiros, uma das preocupações do Comando da Corporação é promover a formação completa aos alunos. “Estamos dando um grande salto na qualidade da educação da nossa escola com a celebração dessa importante parceria com a Ufma. Esse curso oportunizará aos alunos uma melhora na formação social, sendo um diferencial no currículo profissional dos participantes”, ressaltou.
Para a professora Naiara Sales, coordenadora do projeto pela Ufma, a Universidade vem contribuir com a educação no estado. “Esse também é nosso papel, enquanto Instituição de Ensino Superior, de oferecer instrumentos para o aperfeiçoamento e avanço da educação básica no Maranhão. Esses jovens conhecerão uma nova língua e com ela toda a cultura do país”, falou.
VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias