CONSÓRCIO NORDESTE

“São Luís será, na próxima quinta-feira, a capital do Nordeste”, diz Márcio Jerry

O deputado federal diz ser um “ato histórico” a reunião dos governadores do Nordeste que acontecerá em São Luís, onde será assinado um Consórcio entre os nove estados da região

Reunião dos Governadores do Nordeste. Foto: Reprodução

“São Luís será, na próxima quinta-feira, a capital do Nordeste”, diz Marcio Jerry em seu Twitter no último dia 10. “Reunião importante dos governadores e ato histórico de criação do Consórcio Nordeste. Parabéns ao governador anfitrião, Flávio Dino, e a todos os demais governadores dos estados irmãos que aqui estarão na quinta”, conclui o deputado federal pelo PCdoB, sobre a criação de uma grande aliança entre os nove estados da região brasileira.

O evento onde será assinado o protocolo para a criação do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste – ou apenas Consórcio Nordeste – terá sede em São Luís do Maranhão, o que explica a fala do deputado. Terá início às 10h no Palácio dos Leões, com a reunião do Fórum dos Governadores do Nordeste, e terá um momento específico para firmar a parceria.

Veja Também

Dentre as mudanças que serão trazidas com o Consórcio, estão a possibilidade de compra compartilhada entre os nove estados, o que reduzirá custos de produtos e serviços; e parcerias em diversas áreas, como desenvolvimento econômico e social, infraestrutura, tecnologia e inovação, segurança pública, administração prisional e proteção do meio ambiente.

A união do Nordeste

Esta será a segunda reunião do Fórum dos Governadores do Nordeste no exercício 2019-2022. A primeira aconteceu em Brasília, em fevereiro, onde foi escrita uma carta que seria entregue ao presidente Jair Bolsonaro no último dia 20. Dentre as exigências, estavam o fim do déficit da Previdência, mas sem prejudicar os direitos básicos dos mais pobres.

A carta também propôs medidas para a melhoria da segurança pública do país, em contrapartida da Lei Anticrime proposta por Sérgio Moro. “Consideramos esse dito pacote insuficiente”, já havia declarado Dino em outra oportunidade. As propostas do Fórum dos Governadores do Nordeste giram em torno de intensificar ações que já haviam sido executadas desde o governo anterior.

Outros pontos defendidos pelo Fórum são a prorrogação Fundo de Desenvolvimento do Ensino Básico (Fundeb), que termina em 2020; a ampliação da participação da União no financiamento da educação básica; e o desbloqueio das operações de créditos dos estados.

No ano passado, que compunha o exercício anterior, os governadores já haviam se reunido para se posicionar contra a reforma da Previdência proposta ainda pelo Governo Temer.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS