Matinha

Assalto com reféns termina com a prisão de três pessoas

Ação da polícia maranhense liberta reféns, prende suspeitos e termina com assalto aos Correios, de Matinha. Mais duas pessoas foram detidas em São Luís

Na noite desta terça-feira (20), mais uma pessoa envolvida no assalto com reféns aos Correios, da cidade de Matinha. O crime foi registrado durante a tarde da terça, mas a polícia intercedeu e conseguiu libertar os reféns e prender duas pessoas, sendo que a terceira conseguiu fugir.

Durante a noite, uma equipe da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), do Departamento  de Crimes contra as instituições Financeiras (DECRIF), informou ao Fiscal da Barreira, que assaltantes  de banco chegariam à cidade de São  Luís, em um veículo Ford Ka, de cor preta.

Com o apoio das motos do Esquadrão Tiradentes da Polícia Militar, foram intensificadas as abordagens nos dois lados da BR-135, no KM 23, da Estiva. Por volta da 22h50 foi abordada  uma Mitsubishi L200, de cor prata, placa NHJ-8080.

Durante a abordagem, os policiais reconheceram Fabiano Roseno Oliveira de Sousa,
morador da Cidade Operária, como suspeito de alguns assaltos a bancos no Maranhão. Ele também estaria  envolvido no assalto aos Correios, da cidade de Matinha.

Fabiano recebeu voz de prisão e foi conduzido pela guarnição  da DECRIF para as devidas providências, bem como o veículo utilizado na fuga.

Prisões durante assalto

Wellison Ferreira Ribeiro, mais conhecido como “Macarrão”, morador do bairro São Cristóvão – São Luís, e Wellison de Sousa dos Santos, da cidade de Rosário, foram presos na tarde da terça-feira (20), durante negociações em assalto aos Correios, da cidade de Matinha, distante 220 km da capital.

A Polícia Militar foi acionada para uma ocorrência de assalto com reféns. Chegando ao local, a dupla estava mantendo cerca de 20 pessoas sob a mira de duas armas de fogo. Os PMs iniciaram as negociações.

Os suspeitos pediram quatro coletes balísticos e a presença da imprensa. A princípio foram liberados quarto reféns e após duas horas de negociação, a dupla entregou duas armas e se rendeu, liberando todos os reféns.

As duas armas estavam com cinco munições intactas e os assaltantes foram apresentados na 6° delegacia regional de Viana, sem lesões corporais.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS