CORONAVÍRUS

No Maranhão

1800
27979
7117
887
VIDA VERDE

Qual a fauna de São Luís e onde encontrar?

Em São Luís, apesar de ser uma das capitais menos arborizadas do país, algumas espécies de animais típicos da floresta amazônica podem ser vistas.

Reprodução

É difícil imaginar que no meio da selva de pedras onde se encontram as metrópoles, você pode dar de cara com algum animal silvestre, não é verdade?. Em São Luís, apesar de ser uma das capitais menos arborizadas do país, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), se o passeio escolhido for entre as árvores de alguns espaços verdes da cidade, algumas espécies de animais típicos da floresta amazônica podem ser vistas.

Por causa de sua posição geográfica, a fauna Maranhense é muito diversificada. O estado fica localizado em uma área privilegiada com características da floresta amazônica, como serrado, caatinga, e São Luis, por ser uma cidade litorânea, possui particularidades típicas de regiões banhadas pelo mar. A vegetação tem ligação direta com a presença de alguns animais e a cobertura vegetal de São Luís é um misto de floresta latifoliada, babaçual, vegetação de dunas, restinga e manguezal.

Os parques ambientais da capital maranhense, entre os quais, o Parque Estadual do Bacanga, Parque Botânico da Vale, Parque Estadual do Rangedor e a Área de Proteção Ambiental (APA) do Itapiracó, são protegidos por leis estaduais, e garantem a preservação e proteção da fauna local. As visitas nessas áreas de proteção ambiental proporcionam opções de lazer e práticas de esportes aos visitantes, além de oferecer um contato direto com a vida animal.

Parque Estadual do Bacanga

Divulgação

Localizado a sudoeste do centro urbano, entre a margem direita do Rio Bacanga e a região do Maracanã, o Parque Estadual do Bacanga é de grande importância para São Luís, pois é um dos únicos fragmentos florestais de mata pré-amazônica de forma conservada, servindo para a manutenção de uma grande área verde e mananciais. Isso contribui com a qualidade ambiental da capital maranhense por meio da conservação dos recursos hídricos locais, recreação, educação e lazer ambiental.

Nas listas de espécies publicadas pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente (SEMA), não é raro encontrar animais ameaçados de extinção, como: Guarás (Eudocimus ruber), Tartarugas-verdes (Chelonia mydas) e o Jacaré açu (Mellanosuchus niger).

Divulgação

A tartaruga-verde (Chelonia mydas)  habitualmente se encontra em águas costeiras com muita vegetação (áreas de forrageio), ilhas ou baías onde estão protegidas, sendo raramente avistadas em alto-mar. Sua cabeça é pequena com um único par de escamas pré-orbitais e uma mandíbula serrilhada que facilita a alimentação.

Divulgação

Típicos dos manguezais, os Guarás (Eudocimus ruber) são um dos mais lindos animais presentes no Parque do Bacanga. Anda vagarosamente na água rasa, com a ponta do bico submersa, abrindo e fechando as mandíbulas em busca de caranguejos, tais como o chama-maré,  sarará e o maraquani. O vermelho intenso, realçados ainda mais nos grandes bandos em que vive, o guará pode ser considerada uma das aves mais belas do nosso País e é um dos gratos presentes na Ilha de São Luís.

Próxima »1 / 4
VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Notícia Boa
Checamos
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias