CORONAVÍRUS

No Maranhão

1021
218435
203617
5012
JANEIRO BRANCO

Pesquisa aponta que 80% da população revelou ter ansiedade

Percentual é resultado de uma pesquisa realizada sobre os impactos da pandemia na saúde mental. A ansiedade impacta de forma negativa a qualidade de vida

Reprodução

O ano de 2020, mais especificamente durante a pandemia, registrou um aumento das consultas online no psicólogo e psiquiatra. De acordo com uma pesquisa feita pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) nos meses de maio, junho e julho, 80% da população brasileira tornou-se mais ansiosa na pandemia do novo coronavírus.

 A ansiedade, que impacta de forma negativa a qualidade de vida, é ainda mais presente no Brasil. Quase 10% dos brasileiros manifestam os sintomas, que se dividem entre os ataques de pânico, as fobias, os transtornos obsessivos compulsivos, o estresse pós-trauma e a ansiedade generalizada.

A ideia da campanha Janeiro Branco deste ano é fazer um pacto pela saúde mental, convidando toda a sociedade a prestar atenção em si e no outro.  “Vivemos tempos extraordinários, cheios de desafios: pandemia, isolamento social, lutos inesperados, crises econômicas/políticas/sociais, desemprego, recrudescimento de conservadorismos e de fundamentalismos, ataques a direitos e a políticas públicas, ameaças às democracias, desprezo às ciências, proliferação de fake news e subserviência irreflexiva a doutrinações ideológicas de todos os tipos. Às antigas e mal resolvidas questões relativas à Saúde Mental dos povos, 2020 acrescentou complexas questões pertinentes às condições existenciais dos indivíduos”, é o que diz o Instituto Janeiro Branco, responsável pela campanha no país.

Neste ano, a campanha do planeta em prol de uma cultura da Saúde Mental na humanidade reforçará a luta de quem luta pela Saúde Mental do mundo defendendo a bandeira de que todo cuidado conta.

No estado, adolescentes do Centro Socioeducativo de Internação Provisória da Região dos Cocais participaram de uma roda de conversa com o tema ‘Trabalhando as Emoções’, conduzida pela psicóloga Dannyara Aguiar. Com dinâmicas e exibição de vídeos, foi discutida a importância de trabalhar os sentimentos para manter uma boa saúde mental. “Para mostrar a importância dos cuidados com a saúde mental foi realizada a dinâmica do ovo e enfatizado que quando não cuidamos da nossa saúde mental afundamos (adoecemos) e quando cuidamos, ficamos no controle, temos energia e equilíbrio”. comentou Dannyara Aguiar.

2020 registrou aumento na procura por especialista
De acordo com a Psicóloga Prof.ª Dr.ª. Rosana Mendes Éleres de Figueiredo, Conselheira Presidente do Conselho Regional de Psicologia, com a nova rotina imposta pelas restrições e cuidados com a contaminação da Covid-19 e a necessidade de novos hábitos, mudanças de comportamento, dentre outros motivos, desencadearam a necessidade de buscar ajuda.

Com o distanciamento tornou-se comum a terapia on-line, uma adequação ao momento e que deu, especialmente em 2020 um alento para pessoas que precisaram recorrer à ajuda de um profissional. 

De acordo com Rosana Mendes, foi possível identificar quatro grandes demandas no contexto pandêmico que levou algumas pessoas a buscar serviços psicológicos:  ansiedade, luto, conflitos nos relacionamentos e estresse no gerenciamento de atividades escolares das (os) filhas (os).

“O relato que tivemos de colegas é de um número expressivo de pessoas fazendo seu primeiro atendimento. Alguns motivos podem ser enumerados, entre eles, que a pandemia produziu o isolamento e este produziu a intensificação de sentimentos e comportamentos. Por outro lado, não podemos deixar de citar que a imprensa prestou um grande serviço à categoria, uma vez que, à medida que os meios de comunicação intensificaram a importância das intervenções psicológicas nesse contexto pandêmico e passaram a divulgar também a possibilidade de atendimento online, a procura pelos serviços psicológicos aumentou”, disse a psicóloga Rosana Mendes de Figueiredo.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Esportes
Polícia
Mais Notícias