CORONAVÍRUS

No Maranhão

1621
30482
8064
911
SAÚDE

Hemomar recebe doação de soldados do 24º BIS em São Luís

O Maranhão, além do 24° BIS em São Luís, o 50° BIS, localizado na cidade de imperatriz, também realizou doações de sangue

Reprodução

Com funcionamento abaixo da média de doações, o Centro de Hemoterapia e Hematologia do Maranhão (Hemomar) comemora a boa resposta após início da campanha para aquisição de novas bolsas de sangue. A mudança de cenário aconteceu após 118 recrutas e 40 alunos do Núcleo de Preparação dos Oficiais da Reserva (NPOR) do 24º Batalhão de Infantaria de Selva (BIS) de São Luís realizarem doações voluntárias, possibilitando a superação da meta diária de 200 bolsas coletadas.

De acordo com a coordenadora do setor de captação de doadores do Hemomar, Francinete Araújo, os militares atenderam ao pedido de socorro. “Desde a segunda-feira (30) eles têm vindo nos turnos da manhã e tarde para a doação de sangue. Isso tem ajudado a melhorar o nosso estoque, pois com a mobilização deles temos conseguido ultrapassar a média de 200 doações diárias”, destacou.

O estoque do hemonúcleo da capital começou a apresentar redução desde o início da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), declarada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) no início do mês de março. Para manter o funcionamento em situação equilibrada, o Hemomar necessita coletar média de 300 bolsas de sangue por dia.

No Maranhão, além do 24º BIS em São Luís, o 50º BIS, localizado na cidade de Imperatriz, também realizou doações durante toda esta semana com 150 dos seus soldados.

Quem pode doar?

Para doar sangue é necessário estar bem alimentado, de preferência não ter ingerido alimentos gordurosos nas 3 horas que antecedem a doação, ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas e pesar no mínimo 50 Kg. Pessoas com idade entre 60 e 69 anos só poderão doar sangue se já o tiverem feito antes dos 60 anos. No momento da triagem é necessário ter em mãos documento oficial com foto para fazer a identificação.

Quem já se vacinou contra o H1N1 e esteja com boa saúde para participar da mobilização, o recomendado é que faça a doação somente 48 horas após a imunização.

Estão temporariamente impossibilitados de fazer doação de sangue aqueles que apresentem sinais e sintomas de gripe, resfriado e febre; mulheres que estejam no período gestacional e pós-gravidez (90 dias para parto normal e 180 dias para cesariana); e lactantes até 12 meses após o parto. Também fica vetado coleta para quem ingeriu bebida alcoólica 12 horas antes de doar, se fez tatuagem e/ou piercing nos últimos 12 meses e extração dentária nas últimas 72 horas.

Desde a última terça-feira (31), o Hemomar disponibilizou o serviço de transporte para grupos de pelo menos cinco e no máximo sete doadores. 

Para solicitar o suporte, basta entrar em contato pelo telefone (98) 3216-1134 ou pelo WhatsApp (98) 9162-3334.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Notícia Boa
Checamos
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias