CORONAVÍRUS

No Maranhão

6565
92939
72052
2324
MINISTÉRIO DA SAÚDE

Atendimento domiciliar pelo SUS será realizado em municípios do Maranhão

O objetivo da ação é reduzir a demanda por atendimento nos hospitais nas cidades do interior do estado

Reprodução

Os municípios maranhenses São Luís, Açailândia, Formosa da Serra Negra e Pinheiro vão dividir  R$ 1,2 milhão do Ministério da Saúde (MS) para acrescentar quatro equipes de profissionais especializados no tratamento em casa para pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) com impossibilidade ou dificuldade de se locomover até uma unidade de saúde.

O objetivo da ação é reduzir a demanda por atendimento nos hospitais, evitando as internações e reinternações, bem como diminuir o tempo de permanência de usuários internados no SUS.

Os quatro municípios vão receber uma Equipe Multiprofissional de Atenção Domiciliar (EMAD) cada, formadas por médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem que ofertam um suporte médico completo aos pacientes que estão acamados.

Do total de R$ 1,2 milhão, São Luís, Açailândia e Pinheiro vão receber R$ 600 mil cada, enquanto Formosa da Serra Negra terá direito a R$ 408 mil. Dos 210 municípios que receberam o benefício, 178 estão sendo habilitados pela primeira vez na modalidade de atenção à saúde, com atendimento especializado para pacientes domiciliados.

Os municípios maranhenses vão atender na modalidade EMAD (Equipes Multiprofissionais de Atenção Domiciliar), formadas por médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem que vão ofertar um suporte médico completo aos pacientes que estão acamados.  De acordo com a portaria que foi publicada pelo Governo Federal, cada município maranhense terá uma equipe para atendimento. “As habilitações trarão maior qualidade de vida para as pessoas que precisam de cuidados e acompanhamento de saúde, como as acamadas, por exemplo, que podem se beneficiar de um tratamento domiciliar, ao invés de permanecerem em internações hospitalares. O serviço é caracterizado por um conjunto de ações de promoção à saúde, prevenção e tratamento de doenças, além de reabilitação com garantias da continuidade dos cuidados”, informou o Ministério.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Notícia Boa
Checamos
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias